Notícias

Polícia prende suspeito de integrar quadrilha de produtos eletrônicos no Paraná

Grupo é suspeito de causar prejuízo financeiro de mais de R$ 1 mi com vendas de eletrônicos

Rádio BandNews FM 10/06/2021 • 14:30
Estima-se que pelo menos 700 pessoas tenham sido vítimas da quadrilha
Estima-se que pelo menos 700 pessoas tenham sido vítimas da quadrilha
Emerson Ferraz/EBC

Uma operação policial termina com a prisão de um suspeito de integrar uma quadrilha acusada de causar um prejuízo superior a R$ 1 milhão com vendas de produtos eletrônicos que não eram entregues.

Os agentes cumpriram, nesta quinta-feira (10) um mandado de prisão e sete de busca e apreensão em Curitiba, Araucária (região metropolitana da capital) e São João do Ivaí, interior do Paraná. Além disso, sete contas bancárias ligadas aos investigados foram bloqueadas por determinação da Justiça.

Estima-se que pelo menos 700 pessoas tenham sido vítimas da quadrilha, que negociava os produtos no site da Magazine Luiza, como se fosse uma empresa parceira da plataforma, conhecida nacionalmente.

No entanto, a empresa também foi vítima da quadrilha. Segundo a polícia, a plataforma ressarciu aqueles que perderam dinheiro com o grupo criminoso.

A polícia descobriu que o grupo, após ter sido suspenso do site de comércio eletrônico, já havia aberto outra empresa de vendas pela internet.

  • Quadrilha
  • Paraná