BandNews FM

Prefeitura de SP reduz intervalo da vacina da Pfizer para 21 dias a partir da próxima quinta-feira

Intervalo para a segunda dose no caso da vacina da AstraZeneca segue sendo de 12 semanas, e o da CoronaVac de 28 dias

BandNews FM 18/10/2021 • 20:58 - Atualizado em 19/10/2021 • 06:46
Todos os adultos que receberam a primeira aplicação há 21 dias estão aptos a receber a segunda dose da Pfizer
Todos os adultos que receberam a primeira aplicação há 21 dias estão aptos a receber a segunda dose da Pfizer
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A partir desta quinta-feira (21), a prefeitura de São Paulo passará a adotar o intervalo de 21 dias entre a primeira e a segunda doses da vacina contra a Covid-19 da Pfizer. Assim, todos os adultos que receberam a primeira aplicação há 21 dias estão aptos a receber a segunda dose do imunizante. 

A medida foi tomada no mesmo dia em que o governo do estado de São Paulo também anunciou a redução do intervalo de 56 para 21 dias. A alteração, no entanto, não é válida para os adolescentes nos dois casos.

Para os jovens de 12 a 17 anos de idade, o intervalo entre as doses permanece de oito semanas. Segundo a prefeitura, uma eventual antecipação para esse público será adotada mediante disponibilização de mais vacinas por parte do Ministério da Saúde. 

O intervalo para a segunda dose no caso da vacina da AstraZeneca segue sendo de 12 semanas, e o da CoronaVac de 28 dias. 

A dose adicional também permanece liberada para pessoas com mais de 18 anos que tenham alto grau de imunossupressão. Para esse grupo, com mais de 18 mil cidadãos, é preciso ter tomado a D2 ou dose única há pelo menos 28 dias.

Até esta segunda-feira (18), foram aplicadas 19.260.481 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 10.453.522 primeiras doses, 7.920.576 segundas doses, 326.887 doses únicas e 559.496 doses adicionais.