Notícias

Presidente do Solidariedade se entrega à Polícia Federal

Eurípedes Júnior estava foragido após ser alvo de uma operação que investiga desvios no fundo eleitoral

BandNews FM

O presidente do Solidariedade, Eurípedes Júnior, se entregou à Polícia Federal na manhã deste sábado (15). O ex-deputado federal estava foragido há três dias após ser acusado de desvios dos fundos partidários durante as eleições de 2022. 

Eurípedes se apresentou à sede da Superintendência da PF no Distrito Federal acompanhado dos advogados. Ele já se encontra em uma cela e deve passar por uma audiência de custódia no domingo (16). 

O presidente do Solidariedade foi o principal alvo da operação “Fundo do Poço”. As investigações apontam que o grupo desviava recursos por meio de despesas não relacionadas às atividades partidárias. 

Os alvos principais são os ligados ao Partido Republicano da Ordem Social (PROS), que ano passado foi incorporado ao Solidariedade. 

Em nota, o partido disse que os fatos aconteceram antes da União do PROS com o Solidariedade.

Em nota, Eurípedes afirma que é inocente, e considera a prisão.

Leia a nota da defesa de Eurípedes Júnior

A defesa do Sr. Eurípedes Gomes de Macedo Júnior, presidente do SOLIDARIEDADE, esclarece que: 

1- Após ter se licenciado do exercício das suas funções de dirigente partidário, o Sr. Eurípedes Gomes Macedo Júnior, voluntariamente, apresentou-se à Polícia Federal do Distrito Federal, para permitir o cumprimento do mandado de prisão preventiva expedido em seu desfavor. 

2- Os advogados que integram a sua defesa afirmam que o Sr. Eurípedes Gomes de Macedo Júnior demonstrará perante a Justiça não só a insubsistência dos motivos que propiciaram a sua prisão preventiva, mas ainda a sua total inocência em face dos fatos que estão sendo apurados nos autos do inquérito policial em que foi determinada a sua prisão preventiva. 

Tópicos relacionados