BandNews FM

Reinaldo: Parte da imprensa precisa parar com a análise “Baby do Brasil"

Reinaldo Azevedo comenta o posicionamento da imprensa brasileira mediante as ações do presidente Lula

BandNews FM

O âncora de "O É da Coisa", Reinaldo Azevedo, comenta o posicionamento da imprensa brasileira mediante as ações do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

O jornalista faz uma comparação da imprensa com a cantora Baby do Brasil que, durante passagem pelo Carnaval de Salvador, na Bahia, em 11 de fevereiro, pregou que o apocalipse deve acontecer entre 5 e 10 anos. 

Para ele, a impressão é de que o Brasil está sempre à beira do abismo e há um “preconceito ideológico” por parte dos veículos de comunicação em relação à gestão de Lula.

Reinaldo também comenta a Medida Provisória do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciada em 28 de dezembro, que visa elevar a arrecadação de impostos e, para alguns jornais, foi considerada como uma “catástrofe”. Em janeiro, a arrecadação bateu recorde histórico com alta real de 6,67% na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

“Apocalipse econômico e político não vai ter”, acrescenta Reinaldo.

O âncora também menciona o “isolamento internacional”, termo utilizado pela imprensa definindo a situação do país após a declaração do presidente da República que compara os ataques israelenses à Gaza com o Holocausto. O jornalista contradiz o argumento e cita o sucesso da reunião do G20, encontro de chefes de Estado, sediado neste ano no Brasil.

Reinaldo conclui que há um exagero de parte da imprensa quando os assuntos se referem à gestão do presidente Lula.

Tópicos relacionados