BandNews FM

Secretário-geral da ONU pede união ao mundo para enfrentar a pandemia

Falta de vacinas e mudanças climáticas marcam o discurso do português na Assembleia Geral da ONU

Rádio BandNews FM 21/09/2021 • 10:28 - Atualizado em 21/09/2021 • 22:22
O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, abre na 76ª edição da Assembleia Geral da ONU
O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, abre na 76ª edição da Assembleia Geral da ONU
Foto: ONU

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, abriu a 76ª edição da Assembleia Geral da ONU com um discurso focado nos desafios impostos pela pandemia de coronavírus e na necessidade de enfrentamento das mudanças climáticas nesta terça-feira (21). 

Ele afirmou que esses dois problemas expuseram as fragilidades da sociedade moderna.

E que o momento agora é de união, de inspirar os outros, e de agir.

Segundo Guterres, uma das prioridades mundiais é garantir a paz.

Ele citou a situação no Afeganistão, onde o Taleban tomou o poder recentemente, além de Mianmar, Síria e o conflito entre Israel e Palestina.

Também cobrou que os países promovam o desarmamento nuclear e que reforcem a luta contra o terrorismo, sem deixar de lado os direitos humanos.

Em relação ao enfrentamento às mudanças climáticas, o secretário-geral da ONU afirmou que é hora de fazer tudo o que está ao nosso alcance.

Ele colocou como objetivo neutralizar a emissão de carbono até 2030, e convocou todos os governos a se mobilizarem, sem esperar pelos outros para agir.

Sobre a pandemia, Guterres lembrou que a crise sanitária escancarou as desigualdades sociais.

Ele ressaltou que a maioria das doses de vacinas contra Covid-19 ficou com as principais potências mundiais e que milhões de pessoas seguem sem acesso aos imunizantes, principalmente no continente africano.

Guterres ainda defendeu a adoção de medidas ousadas, por toda a sociedade, para que se possa atingir a igualdade de gênero.

O presidente Jair Bolsonaro irá discursar depois de Guterres. O representante do Brasil é sempre o primeiro a falar na Assembleia Geral da ONU desde 1947.

  • bandnews
  • Brasil
  • Internacional