Notícias

Secretário Municipal de Saúde de SP afirma que falta de CoronaVac é pontual e aponta chegada do imunizante da Pfizer

Prefeitura monta logística para que não falte segunda dose de CoronaVac e anuncia vacinação com Pfizer para quinta-feira

BandNewsFM 03/05/2021 • 17:57 - Atualizado em 03/05/2021 • 17:58
Reprodução: Radio BandNews FM
Reprodução: Radio BandNews FM
Reprodução: Radio BandNews FM

O secretário municipal de Saúde de São Paulo afirma que a falta de doses da CoronaVac teria sido maior caso o governo seguisse a recomendação do Ministério da Saúde.

No mês passado, o governo federal disse que estados e municípios deveria todas as vacinas sem estocar para a segunda dose.

No entanto, a falta de imunizantes deixou as pessoas sem a vacina.

Em entrevista à BandNews FM, Edson Aparecido, a falta de doses é pontual e novos lotes da vacina devem chegar na cidade nos próximos dias.

“Não usamos o estoque de segunda dose para primeira dose, porém, muitas pessoas que tomaram a primeira dose em cidades da grande São Paulo vieram tomar a segunda aqui”, completou Aparecido.

A cidade é uma das únicas que não pede comprovante de residência para aplicar as injeções.

A aplicação da vacina em segunda dose está concentrada apenas nas unidades de saúde em São Paulo.

O secretário afirmou que a prefeitura tomou a decisão de concentrar a vacinação em drive-thru apenas para primeira dose.

Aparecido acrescentou que a capital está preparada para receber a vacina da Pfizer, com todas as logísticas necessárias para aplicar o imunizante. A prefeitura afirmou que a aplicação da vacina da farmacêutica americana deve começar na quinta-feira. Inicialmente a capital paulista vai receber 135 mil doses da vacina da Pfizer.

Confira a entrevista na íntegra

:

  • vacinação; vacina