BandNews FM

Setor de serviços cresce 1,7% em junho, aponta IBGE

Com destaque para os serviços de informação e comunicação, que alcançaram o ponto mais alto de sua série

12/08/2021 • 11:50 - Atualizado em 12/08/2021 • 12:03
O volume de serviços avançou 21,1%, quarta taxa positiva consecutiva.
O volume de serviços avançou 21,1%, quarta taxa positiva consecutiva.
Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

O setor de serviços cresceu 1,7% de maio para junho, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (12). O resultado coloca o setor no patamar mais elevado desde maio de 2016. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).

Em relação a junho de 2020, o volume de serviços avançou 21,1%, quarta taxa positiva consecutiva. No acumulado do ano, o crescimento é de 9,5%, na comparação com o mesmo período no ano anterior.

O desempenho foi puxado por todas as cinco atividades investigadas, com destaque para os serviços de informação e comunicação, que alcançaram o ponto mais alto de sua série, iniciada em janeiro de 2011. Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio e serviços prestados às famílias também se sobressaíram no período.

Com menores impactos no índice geral, vieram os serviços profissionais, administrativos e complementares (1,4%) e os outros serviços (2,3%), que mostraram crescimento acumulado no período maio-junho de 3,6% e 3,5%, respectivamente.

Por estado, 23 de 27 registraram crescimento no volume de serviços em junho ante maio. Rio de Janeiro foi o maior destaque, com alta de 5,4%, seguido por São Paulo (0,5%), Minas Gerais (2,4%), Rio Grande do Sul (3,4%), Pernambuco (5,4%), Santa Catarina (3,1%) e Distrito Federal (3,3%).

Do lado das baixas, vêm Mato Grosso (-5,0%), Bahia (-0,8%) e Tocantins (-1,8%). Alagoas (0,0%) ficou estável.

A colunista Juliana Rosa conversou sobre o assunto, confira: