BandNews FM

SP: Blocos criticam desorganização da Prefeitura para Carnaval fora de época

Alguns blocos já desistiram de sair às ruas nos dias 16 e 17 de julho; falta de patrocinador ameaça “Esquenta Carnaval”

Rádio BandNews FM 01/07/2022 • 06:18 - Atualizado em 01/07/2022 • 08:39
Alguns blocos já desistiram de sair às ruas nos dias 16 e 17 de julho; falta de patrocinad
Alguns blocos já desistiram de sair às ruas nos dias 16 e 17 de julho; falta de patrocinad
Foto: Agência Brasil

Após a fala do prefeito Ricardo Nunes (MDB) de que o carnaval fora de época de julho está ameaçado sem a venda do patrocínio da festa, uma associação de blocos de rua critica a desorganização da administração municipal e afirma que acordos não foram cumpridos.

Nesta quinta-feira (30), o prefeito disse que não vai colocar dinheiro público na festa marcada para os dias 16 e 17 de julho. A festa de rua foi deixada para depois pela impossibilidade de organização da estrutura necessária em abril, quando as escolas de samba desfilaram no Anhembi.

O chamado “Esquenta Carnaval” teve 216 blocos inscritos, mas alguns começam a desistir por conta da demora na definição da organização.

Em nota, a Associação Ocupa dos Blocos de Carnaval de Rua de São Paulo afirma ter defendido o evento para setembro e destacou a movimentação financeira do setor: “o Esquenta de Carnaval também movimenta a roda do trabalho, renda e oportunidades, eventos desse porte fazem de São Paulo o principal protagonista, e os ganhos são inúmeros, no entanto, tudo que foi acordado foi descumprido, não se teve o cuidado de ouvir e/ou orientar aos blocos, já que o Esquenta foi deixado pra depois em detrimento da Virada, e com isso, não se achou patrocinador, nem mesmo tempo hábil para viabilizar as atividades”.

Os grupos afirmam ainda que o Carnaval de Rua é resistência e não será deixado de lado.

Um novo edital em busca de patrocínio foi lançado e é esperado que uma empresa aceite pagar até R$ 7 milhões para que a festa seja organizada