BandNews FM

Suprema Corte suspende direito constitucional ao aborto nos EUA

Agora, cada estado poderá definir se permite ou não a realização do procedimento

Rádio BandNews FM 24/06/2022 • 17:34
Presidente Joe Biden classificou o resultado como um "erro trágico" .
Foto: Reuters

A decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos que derrubou nesta sexta-feira (24) o entendimento que garantia nacionalmente o direito ao aborto no país causou diversas reações.

O presidente Joe Biden classificou o resultado como um "erro trágico" motivado por uma "ideologia extrema". Ele lembrou que desde 1973, quando a lei conhecida como "Roe contra Wade" entrou em vigor, foram décadas de líderes republicanos e democratas respeitando a decisão.

Biden ainda disse que fará de tudo para proteger as mulheres. Já a vice-presidente Kamala Harris afirmou que “esta é uma crise de saúde”.

A decisão da Suprema Corte devolve aos estados o poder de definir se permitem esse tipo de procedimento. A expectativa é que a mudança leve à proibição do aborto em cerca de metade dos estados norte-americanos.

Foram 6 votos a favor da derrubada do entendimento atual e 3 pela manutenção dele. Atualmente, a Suprema Corte dos EUA conta com uma maioria conservadora construída durante o governo de Donald Trump.

Um dos argumentos utilizados para a decisão é que o aborto não é previsto especificamente em lei e que a norma estabelecida em 1973 teria sido baseada em uma interpretação da constituição.