BandNews FM

TSE fecha parceria com WhatsApp para barrar disseminação de notícias falsas

Medidas vão ser implementadas nos próximos meses pela empresa

Rádio BandNews FM 27/01/2022 • 21:20
A parceria anunciada entre o TSE e o WhatsApp faz parte do Programa de Enfrentamento à Des
A parceria anunciada entre o TSE e o WhatsApp faz parte do Programa de Enfrentamento à Des
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral fechou uma parceria com o WhatsApp nesta quinta (27) para implementação de medidas para conter a disseminação de fake news nos próximos meses que antecedem as eleições. 

Uma das medidas será a criação de um assistente virtual para combater as notícias falsas, além de apoiar o processo eleitoral no Brasil durante o pleito de outubro deste ano. De acordo com o TSE, o presidente da Corte, ministro Luís Roberto Barroso, se reuniu com o chefe do WhatsApp, Will Cathcart, para debater essas ações.

Além da importância da parceria e do constante diálogo com as autoridades brasileiras, foram tratados pontos específicos do programa de combate à desinformação, que conta com a colaboração da empresa desde 2019.

Ainda segundo o TSE, a parceria vai auxiliar a instituição na comunicação com os eleitores, além de facilitar o acesso a serviços da Justiça Eleitoral, como consulta ao local de votação e acesso a informações sobre candidatos.  

Também será criado um canal de denúncias para apontar contas de WhatsApp suspeitas de realizar disparos em massa, o que não é permitido na legislação eleitoral e nos Termos de Serviço do aplicativo.

Outra medida de preparação para as eleições é o compromisso do WhatsApp de realizar sessões de diálogo e cursos de capacitação para servidores dos Tribunais Regionais Eleitorais sobre o combate à desinformação.  

Além disso, a ferramenta anunciou também que não vai implementar novas funcionalidades no Brasil que possam impactar de forma significativa o uso da plataforma até o fim das eleições.

A parceria anunciada entre o TSE e o WhatsApp faz parte do Programa de Enfrentamento à Desinformação, que se tornou permanente em agosto de 2021 para assegurar a perenidade dos esforços de enfrentamento dos desafios complexos apresentados pelo fenômeno da desinformação.