Notícias

Vacinação em São Paulo tem longas filas no primeiro dia para idosos de 60 a 62 anos

Ouvintes da BandNews FM relataram espera de até 5 horas; governador João Doria anuncia vacinação

BandNews FM 06/05/2021 • 22:39
Vacinação em São Paulo tem filas. O grupo liberado é o maior desde o início da campanha.
Vacinação em São Paulo tem filas. O grupo liberado é o maior desde o início da campanha.
Foto: Agência Brasil

O primeiro dia da vacinação dos idosos de 60 a 62 anos foi de longas filas na capital paulista. Nesta quinta-feira (06), foram aplicadas mais de 133 mil doses de vacinas em São Paulo. Só do imunizante da Pfizer foram 99 mil aplicações, usando quase todo o lote enviado à cidade na última segunda-feira (03).

O Governo de São Paulo alega que 1,4 milhões de pessoas fazem parte do grupo prioritário que teve a vacinação liberada. A recomendação é para que os idoso procurem as unidades ao longo dos próximos dias para evitar aglomerações.

Nesta quinta, em publicação nas redes sociais, o governador João Doria anunciou que vai se vacinar nesta sexta-feira (07). O político filmou o momento que faz o pré-cadastro da vacinação, uma recomendação das autoridades para agilizar o processo.

Na Zona Norte, idosos esperaram mais de cinco horas na fila de uma Unidade Básica de Saúde de Tremembé.

A mãe do ouvinte Thiago Clemente do Amaral, a Devanice, de 62 anos, foi até a UBS Wamberto Dias da Costa, na Rua Paulo César, depois de uma primeira tentativa frustrada em outro posto da região.

Eles foram juntos, então, até a UBS e chegaram às 9h15. Devanice ficou esperando em pé, no sol e só recebeu a vacina perto das 15h, mais de cinco horas depois.

Outros ouvintes mandaram fotos de filas em alguns pontos da capital paulista e da Grande São Paulo.

Os pontos de drive-thru na capital paulista estão aplicando somente a primeira dose da vacina da AstraZeneca.

Eles estarão abertos até sábado, das 8h às 17h e depois serão desativados.

Já a vacina da Pfizer é usada apenas nas unidades básicas de saúde.

O imunizante americano também terá um intervalo de três meses entre a primeira e a segunda dose, assim como a vacina da AstraZeneca.

A CoronaVac, no momento, é dada somente nas UBSs para completar a vacinação de quem tomou a primeira.

Todos os endereços dos postos de imunização estão no site prefeitura.sp.gov.br/vacinasampa

  • vacinação
  • São Paulo
  • filas