BandNews FM

Vai curtir o Carnaval? Seguro pode evitar prejuízos em casos de roubos

Época mais aguardada pelos foliões chegou e milhares de pessoas vão ocupar as ruas de todo o país para aproveitar o Carnaval

Rádio BandNews FM

Carnaval de rua de São Paulo
Carnaval de rua de São Paulo
Prefeitura de SP/Agência Brasil
Topo

Na cidade de São Paulo, os 574 blocos programados devem atrair 15 milhões de pessoas no pré-carnaval, carnaval e pós-carnaval. No Rio de Janeiro, serão 453 desfiles. No Recife, serão mais de três mil apresentações musicais distribuídas em 49 polos espalhados pela cidade, além do Galo da Madrugada que deve atrair uma multidão. Em Belo Horizonte, são esperadas 5,5 milhões de pessoas nos 536 blocos de rua.

Com essa multidão nas ruas, os furtos e roubos acabam aumentando. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Serasa, 3 a cada 10 brasileiros já tiveram itens furtados/roubados durante essa época. Por isso, os foliões devem ficar atentos à segurança. O ideal é levar apenas o essencial em uma pochete ou doleira.

De acordo com o Product Owner da Ciclic, Lucas Menezes, fazer um seguro, também ajuda a diminuir prejuízos em casos de roubo, pois a proteção cobre os itens que a pessoa tiver dentro da bolsa, como óculos de sol e de grau, carteira, cartões, documentos, chaves. Além disso, nesse seguro, é possível escolher por outro tipo de proteção: para a conta, contra fraudes em transações realizadas por meio de PIX, saques e compras feitas com cartões.

“Esse seguro já é muito importante no dia a dia, principalmente nas grandes cidades. Em eventos que atraem multidões, como o Carnaval, ele se torna ainda mais essencial porque as ocorrências de roubos e furtos acabam sendo maiores”, afirma Bruna Melo, COO da Ciclic. 

Para contratar o Bolsa e Conta Protegida de forma rápida e 100% online, basta acessar o site ou baixar o aplicativo da Ciclic. “Vale ressaltar que o seguro não tem carência, ou seja, assim que contratado, as coberturas já estão válidas no dia seguinte e em qualquer lugar do mundo”, destaca o CEO da Ciclic, Darllan Botega. 

E para acionar o reembolso em caso de roubo, o segurado deve apresentar a nota fiscal de compra do item e um boletim de ocorrência, juntamente com os documentos pessoais necessários.

Tópicos relacionados