#28 - Psicóloga do COB analisa "Olimpíada da saúde mental" e exalta amizade de Ana Cunha e Bia Haddad

Informações

Atleta desde os 6 anos de idade, Carla Di Pierro sempre esteve próxima do universo esportivo. Atuando com o Comitê Olímpico do Brasil pela segunda Olimpíada, ela avalia que foi o maior desafio da carreira auxiliar as mais de 600 pessoas que estavam na delegação brasileira no Japão em meio à pandemia. Desde 2014, o COB tem dado atenção especial para a preparação mental dos atletas e três psicólogas do esporte e um coaching esportivo deram suporte ao Time Brasil no Japão . A Doutora tem no currículo trabalhos de sucesso com a campeã olímpica e mundial da maratona aquática Ana Marcela Cunha e o medalhista de bronze dos 50m livre Bruno Fratus. Em entrevista à rádio BandNews FM, Carla celebrou o resultado histórico do Brasil em Tóquio 2021 e aproveitou para explicar que a amizade de Ana Cunha e a tenista Beatriz Haddad foi algo planejado durante a Missão Europa. Para ela, "precisamos aprendeu com o outro" e o intercâmbio entre os atletas é fundamental. Carla Di Pierri ainda aponta que esta edição da Olimpíada de Tóquio foi histórica, já que "os atletas mudaram a narrativa de que precisam ganhar a qualquer custo" e cita o caso da ginasta americana Simone Biles, que preferiu preservar a saúde mental do que ganhar medalhas, como exemplo de que se quebrou o estigma do atleta das conta de tudo.

13/11/2021