Notícias

Ação da Polícia contra milicianos apreende documentos, celulares e computadores

Equipamentos devem ajudar a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas nas próximas fases da investigação sobre grupo que atua na Ilha de Guaratiba

Nicolle Timm 28/06/2022 • 15:39
Operação da Polícia Civil mira o grupo de milicianos que invade e revende terrenos
Operação da Polícia Civil mira o grupo de milicianos que invade e revende terrenos
Tânia Rêgo/Agência Brasil

Documentos, celulares e computadores apreendidos durante uma operação da Polícia Civil contra milicianos que atuam na Ilha de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, devem ajudar a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas nas próximas fases da investigação. A ação da Draco, nesta terça-feira (28), mirou em um grupo que tem invadido terrenos para revenda ilegal.

De acordo com o delegado André Leiras, a área tem se tornado alvo dos criminosos por causa do crescimento do mercado imobiliário na região.

O que chamou a atenção dos investigadores também foi a forma de atuação dos milicianos sempre com muita violência. Em alguns casos, inclusive, ateando fogo nos objetos de caseiros e proprietários dos terrenos.

Os policiais cumpriram, ao todo, 19 mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos bandidos. Pelo menos quatro pessoas diretamente envolvidas com as invasões já foram identificadas pela Draco. Duas delas têm passagem pelo mesmo crime, além de extorsão e ameaça. Segundo o delegado André Leiras, o objetivo agora é identificar outros integrantes do grupo.

A polícia não descarta a possibilidade de envolvimento de agentes públicos no esquema criminoso.