Notícias

Corpo de jovem morta por irmã em São Gonçalo é enterrado

Rhayna de Oliveira Mello, de 22 anos, foi morta em um posto de combustíveis na madrugada de sábado (2)

Thuany Dossares 03/07/2022 • 21:29 - Atualizado em 03/07/2022 • 21:56
Rhaillayne foi presa em flagrante por homicídio
Rhaillayne foi presa em flagrante por homicídio
Reprodução/Redes sociais

O corpo da jovem assassinada a tiros pela própria irmã policial militar foi enterrado no início da tarde deste domingo (3), no Cemitério Maruí, no Barreto, Zona Norte de Niterói.

Rhayna de Oliveira Mello, de 22 anos, foi morta em um posto de combustíveis, em São Gonçalo, na madrugada de sábado (2), após uma discussão com Rhaillayne de Oliveira de Mello, de 23 anos, depois que elas saíram de um bar. 

Rhaillayne foi presa em flagrante por homicídio, pelo próprio marido, também PM. Ela já foi transferida para o Batalhão Especial Prisional da corporação, no Fonseca, também em Niterói.

Policiais civis da Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), responsáveis pelo caso, apuraram que as irmãs tinham um série de desentendimentos anteriores.