Notícias

Justiça encaminha ao STJ pedido de anulação de delação premiada de empresário

Solicitação protocolada pelas defesas do governador Cláudio Castro e de um ex-delegado dizem respeito à colaboração premiada de Bruno Campos Selem

Gustavo Sleman 04/07/2022 • 19:45
Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro
Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro
Reprodução/TJRJ

A Justiça do Rio vai encaminhar para o Superior Tribunal de Justiça pedidos protocolados pelas defesas do governador Cláudio Castro e de um ex-delegado que solicitam a anulação do acordo de delação premiada do empresário Bruno Campos Selem.

A decisão foi tomada durante votação nesta segunda-feira (4), quando 18 desembargadores reconheceram a incompetência do Órgão Especial para julgamento das ações.

O termo entre Bruno Campos Selem e o Ministério Público foi firmado em fevereiro de 2020, quando Castro ainda atuava como vice-governador.

O acordo de colaboração premiada com o empresário deu origem à Operação Catarata, que apurou um suposto esquema de desvios de contratos de assistência social no Estado do Rio.

Ao comentar a decisão, Claudio Castro questionou a homologação do acordo.