Notícias

Maior clonador de carros do RJ, Thiago Comel, é preso nesta sexta-feira

Segundo investigações, o criminoso foi responsável pelo roubo de carro que terminou com a morte do médico Cláudio Marsil

Marcus Sadok e Yasmin Bachour 28/01/2022 • 08:14 - Atualizado em 28/01/2022 • 14:15
Comel encomendava o roubo de veículos em várias regiões do RJ
Comel encomendava o roubo de veículos em várias regiões do RJ
Reprodução/Redes Sociais

A maior quadrilha de clonagem de veículos do Rio de Janeiro tinha clientes em vários estados do Brasil e até em outros países, principalmente os que tem área rural, como Bolívia e Paraguai. Nessa sexta-feira (28), o chefe da organização criminosa, Tiago Fernandes Virtuoso, o Tio Comel foi preso em casa, no Morro do Turano, na Zona Norte do Rio.

Segundo o secretário de Polícia Civil, Alan Turnowisk, a tecnologia FLIER, de aproximação de alto zoom, utilizada na aeronave da corporação, foi fundamental para garantir a prisão do acusado. 

O traficante não resistiu a prisão. Dentro da casa dele, os policiais encontraram um fuzil, munição e anotações do esquema criminoso. O bandido escolhia os carros de luxo, fazia o pedido a ladrões que roubavam os carros em vários bairros de alto padrão no Rio e depois, no Turano, adulterava os veículos.

Segundo o diretor das Delegacias Especializadas da Polícia, Felipe Curi, a prisão vai diminuir os roubos de carros no estado.

Uma das vítimas da quadrilha foi o médico Cládio Marsili, morto em outubro do ano passado quando chegava para trabalhar na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Durante a coletiva para falar sobre a prisão, a Polícia também informou que a força-aérea da corporação vai ganhar mais três helicópteros até o ano que vem. Atualmente dois estão em operação. Em fevereiro chegará o terceiro.