Notícias

Militar acusado de matar sogros a facadas tem prisão convertida para preventiva

O capitão de fragata Cristiano da Silva Lacerda está internado no Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins, na Zona Norte, onde permanece sob custódia

Pedro Dobal e Priscila Xavier 27/06/2022 • 18:41 - Atualizado em 27/06/2022 • 19:04
Cristiano da Silva Lacerda é acusado de matar os sogros
Cristiano da Silva Lacerda é acusado de matar os sogros
Reprodução/Redes Sociais

A Justiça do Rio converte em preventiva a prisão em flagrante do militar da Marinha acusado de matar os sogros a facadas. A decisão aconteceu durante audiência de custódia realizada no domingo (26).

O capitão de fragata Cristiano da Silva Lacerda está internado no Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins, na Zona Norte, onde permanece sob custódia.

O crime aconteceu no sábado (25). Segundo os investigadores, o militar teve um surto de ciúmes após o ex-namorado, o professor de inglês Felipe Coelho, sair para uma festa. Mesmo separados, eles ainda viviam juntos. Ele aproveitou que os pais de Felipe dormiam para cometer o crime.

O casal estava no apartamento e veio ao Rio a passeio. Geraldo e Osélia Coelho serão cremados, nesta terça-feira (28), em Fortaleza, no Ceará.