Notícias

Mulher de 33 anos é vítima de feminicídio queimada pelo ex-marido em Nova Iguaçu

O acusado tem queimaduras de segundo grau, a polícia abriu inquérito

Jéssica Marques* 22/01/2022 • 11:57 - Atualizado em 22/01/2022 • 14:24

Familiares de uma mulher de 33 anos assassinada em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, acusam o ex-marido da vítima pelo crime. O caso ocorreu no bairro Cerâmica. De acordo com a Polícia, Nathália Amanda Brasil foi amarrada e queimada.

Segundo parentes da vítima, o acusado de 37 anos se queimou no incêndio e está internado no Hospital da Posse, também em Nova Iguaçu, com queimaduras de segundo grau, provocadas por gasolina, nos pés, pernas, braço e região da barriga, mas com quadro de saúde estável.

Nathália era mãe de quatro filhos, de 15, 13, 11 e dois anos de idade. Ela se relacionou por 13 anos com o ex-companheiro, que não aceitava a separação. Entre os filhos, apenas os dois mais novos eram dele.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, abriu inquérito para apurar o caso como feminicídio.

*Estagiária sob supervisão de Christiano Pinho