Notícias

Primeira fase do projeto Distrito de Baixa Emissão deve terminar até 2024

A iniciativa prevê obras em uma área de 35 mil m², com implantação de novas ciclovias; circulação de caminhões elétricos de coleta de resíduos

João Boueri* 29/06/2022 • 15:08 - Atualizado em 29/06/2022 • 15:11
Primeira fase do projeto Distrito de Baixa Emissão deve terminar até 2024
Primeira fase do projeto Distrito de Baixa Emissão deve terminar até 2024
Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio

Deve terminar até 2024 a primeira fase do projeto Distrito de Baixa Emissão, lançado nesta quarta-feira pela Prefeitura do Rio, no Centro da Cidade, com o objetivo de reduzir a emissão de Gases do Efeito Estufa. O chamado de DBE Centro vai ficar na Praça da República. 

A iniciativa prevê obras em uma área de 35 mil m², com implantação de novas ciclovias; circulação de caminhões elétricos de coleta de resíduos; aumento de áreas verdes; e instalação de estações para monitoramento da qualidade do ar.  

A área é um projeto-piloto do município para realizar estudos que vão definir as ações necessárias para melhorar a qualidade do ar e saúde da população carioca.  

O prefeito em exercício Nilton Caldeira participou do evento na Praça da República, no Centro da cidade, e falou sobre o desafio para os próximos anos.  

As próximas etapas ainda serão definidas, mas até 2030 a Prefeitura espera zerar a emissão de Gases do Efeito Estufa nas proximidades do projeto.

Além disso, devem ser realizadas ações de mobilidade ativa com incentivo a redução do uso de veículos poluentes, promoção de transportes com baixa emissão de gases e campanhas educacionais para os cariocas.

O Distrito é uma resposta da Prefeitura do Rio ao compromisso firmado com mais de 30 cidades internacionais para promover ruas verdes e saudáveis. O projeto faz parte do Programa Reviver Centro e está alinhado ao Plano de Desenvolvimento Sustentável e Ação Climática do Rio.

*Estagiário sob supervisão de Luanna Bernardes