BandNews FM Rio de Janeiro

Projeto Expressinho: clientes da Unimed FERJ vão ser atendidos na sede do Procon

Os atendimentos serão realizados nos dias de semana, das 9h às 17h

Por João Boueri

Projeto Expressinho: clientes da Unimed FERJ vão ser atendidos na sede do Procon
Divulgação

A Unimed FERJ garante que os beneficiários não vão ser penalizados pelo não recebimento dos boletos de pagamento. A informação foi divulgada pela operadora durante reunião com representantes do Procon estadual, após denúncias. Os documentos serão emitidos com novas datas de vencimento.  

A empresa vai divulgar um comunicado para esclarecer os procedimentos para a emissão dos boletos.  

Os beneficiários também vão poder começar a ser atendidos pela Unimed FERJ na sede do Procon estadual, no Centro do Rio, a partir da próxima segunda-feira (15). A iniciativa faz parte do projeto Expressinho. Os atendimentos serão realizados nos dias de semana, das 9h às 17h.

Mais de 300 denúncias e reclamações já foram registradas nos canais de atendimento da autarquia.

A parceria entre o órgão e a empresa tenta diminuir o número de solicitações pendentes dos consumidores. As reclamações envolvem dificuldades em obter reembolso de despesas médicas, falta de acesso aos boletos para pagamento, dúvidas quanto ao novo aplicativo, demora dos canais de atendimento e longas filas de espera em agências físicas da operadora.

Nesta quarta-feira (10), os beneficiários chegaram duas horas antes da abertura do Espaço de Relacionamento com o Cliente da Unimed, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, para conseguir atendimento mais rapidamente. 

A idosa Norma Cohen decidiu que vai aderir a outra operadora de saúdeapós problemas com a Unimed FERJ, inclusive com reembolso. 

Os beneficiários começaram a se queixar do atendimento após a transferência de todos os clientes da Unimed-Rio para a Unimed FERJ. A medida, autorizada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar, começou em abril. Mais de 452 mil beneficiários em planos de assistência médica e cerca de 33 mil clientes em planos odontológicos foram afetados.

Segundo a ANS, a Unimed-Rio não tinha mais saúde financeira. A Unimed FERJ ficou responsável pela dívida assistencial e o hospital e os prontos atendimentos da empresa.

O Termo de Cooperação Técnica foi assinado pelo Procon RJ e a Unimed FERJ na terça-feira (9). Durante reunião com o Procon estadual, a operadora disse que vai melhorar os problemas dos canais de comunicação e atendimento aos consumidores.

Segundo o órgão estadual, a empresa apresentou soluções para mais de 60% do total das reclamações encaminhadas pela autarquia. A Unimed FERJ se comprometeu a resolver em 15 dias as análises de todas as demandas abertas pelo Procon-RJ.

Na segunda-feira (8), representantes da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) estiveram na sede da Unimed Ferj para debater sobre o crescimento do número de reclamações de beneficiários a respeito de problemas como dificuldades para obtenção de boletos, de acesso à carteirinha do plano e de recebimento de reembolso.

Procurada, a Unimed FERJ ainda não se posicionou.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais