BandNews FM Rio de Janeiro

Secretaria de Transportes afirma que prazo para assumir serviço dos trens, será readequado

Afirmação foi dada por um representante da pasta durante audiência pública

Por João Boueri

Secretaria de Transportes afirma que prazo para assumir serviço dos trens, será readequado
Divulgação

A Secretaria de Estado de Transportes e Mobilidade Urbana afirma que vai precisar readequar o prazo para assumir o serviço dos trens. A afirmação foi dada por um representante da pasta durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa do Rio na manhã desta terça-feira (11).  

Na semana passada, o secretário Washington Reis havia dito à reportagem da BandNews FM que o estado estava com o plano de contingência pronto para suceder a SuperVia até o final do mês. A concessionária não enviou representante para a audiência pública.  

Durante o debate, o deputado Luiz Paulo e o representante da Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana entraram em um debate sobre os planos da pasta para assumir a operação dos trens. Antes, o parlamentar havia classificado como "horrorosa" a prestação do serviço da SuperVia.  

No mês passado, a SuperVia disse que teria saúde financeira para manter a prestação do serviço até julho deste ano. No próximo dia 27 de junho, a concessionária vai se reunir com o estado para debater a situação. O encontro foi marcado pela Justiça do Rio, que determinou a presença do Ministério Público.  

O deputado Giovani Ratinho, membro da Comissão de Transportes, disse que pensa em deixar o grupo após perceber que não há avanço concreto na situação dos trens.  

O estado do Rio disse que não vai liberar mais dinheiro para a SuperVia, após a concessionária não cumprir com as obrigações previstas no contrato de concessão. No entanto, a Supervia afirma que a Secretaria de Transporte deve mais de um R$ 1 bilhão à empresa. A SuperVia já foi multada em mais de R$ 20 milhões pela Agetransp. No entanto, apenas R$ 1 milhão foram pagos e o restante está judicializado.

Segundo a Agetransp, o trajeto entre Japeri, na Baixada Fluminense, e a Central do Brasil levava 95 minutos em 2019. Agora, de acordo com agência que regula os serviços de transporte no Rio, o percurso dura 111 minutos.

Nos últimos 10 anos, o Governo do Rio teve oito secretários diferentes à frente da pasta de Transportes e Mobilidade Urbana.

A audiência pública também foi realizada pela Frente Parlamentar Pró-Ferrovias Fluminense. O debate aconteceu na sede da Assembleia Legislativa do Rio.  

Atualmente, mais de 300 mil passageiros usam o meio de transporte diariamente. 

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais