Notícias

TCE-RJ suspende contratação de câmeras que vão integrar uniformes de agentes

Medida atende a uma representação de uma empresa que participou do processo

Gustavo Sleman 19/01/2022 • 16:17 - Atualizado em 19/01/2022 • 16:18
Câmeras vão integrar uniformes de agentes de segurança, fiscalização e licenciamento
Câmeras vão integrar uniformes de agentes de segurança, fiscalização e licenciamento
Divulgação/Governo do Estado

O Governo do Rio vai pedir ao Tribunal de Contas do Estado para que reavalie a suspensão da contratação das câmeras portáteis que vão integrar os uniformes de agentes de segurança, fiscalização e licenciamento do estado. Em nota, o estado afirmou que recebeu a decisão com surpresa e que não teve a oportunidade de apresentar considerações sobre o assunto.

A medida, tomada pelo presidente do órgão, Rodrigo Melo do Nascimento, atende a uma representação de uma empresa que participou do processo. A Radium Telecomunicações alega que houve irregularidades na formalização do edital do pregão eletrônico. Segundo o grupo, teria ocorrido um direcionamento da licitação, uma vez que diversas especificações definidas no Termo de Referência estariam baseadas no catálogo da Tronnix Soluções de Segurança Eirelli, que faz parte do consórcio vencedor do certame.

Segundo o governo do estado, a empresa que apresentou a reclamação ficou classificada em quinto lugar com um preço 245% mais caro do que a vencedora. Apresentados em dezembro, os equipamentos foram utilizados pela primeira vez por policiais militares do Batalhão de Copacabana, durante a festa de Réveillon na orla da Zona Sul da cidade.