BandNews FM Rio de Janeiro

Volume de serviços cresce pelo segundo mês consecutivo, indica IBGE

Expansão foi observada em três das cinco atividades investigadas, com destaque para transportes

Por Bruna Navarro

Volume de serviços cresce pelo segundo mês consecutivo, indica IBGE
Marcelo Camargo/Agência Brasil

O volume de serviços no Brasil avançou 0,5% em abril, frente ao mês de março, e marcou o segundo resultado positivo seguido, período em que acumulou um ganho de 1,2%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira (12).

A expansão foi observada em três das cinco atividades investigadas, com destaque para transportes (1,7%) e outros serviços (5,0%). Ambos cresceram pelo segundo mês consecutivo e acumulam ganhos de 2,5% e 5,3%, respectivamente.

O outro avanço ficou com informação e comunicação (0,4%), que atingiu o ápice na série histórica. O destaque no setor ficou por conta de serviços de streaming, que impulsionam o crescimento.

A universitária Maria Eduarda Barboza assinou com duas plataformas de filmes recentemente e afirma que para ela, a medida é uma boa decisão, principalmente pela variedade de conteúdo.

Eu assinei dois serviços de streaming recentemente. E pra mim compensa porque a gente aqui não usa mais canal de TV, pra mim é uma opção boa porque tem bastante variedade de filmes, séries. Compensa muito pra mim, não é uma coisa que é muito cara e compensa mais do que você ir no cinema o tempo todo.

O gerente da pesquisa do IBGE, Rodrigo Lobo, explica o que influenciou a variação do setor entre abril do ano passado e o desse ano.

Nas comparações contra iguais períodos do ano anterior, a gente tem o setor de serviços avançando 5,6% na comparação de abril de 2024 contra abril de 2023. Lembrando que a magnitude desse crescimento é explicada pela quantidade de dias úteis a mais que a gente tem em abril de 2024 contra abril de 2023, são dois dias úteis a mais para abril de 2024. Isso propicia o maior fechamento de contratos de empresas prestadoras de serviços.

Com o novo resultado, o setor de serviços se encontra 12,9% acima do nível de fevereiro de 2020, situação pré-pandemia, e 0,7% abaixo de dezembro de 2022, o ponto mais alto da série histórica.

Regionalmente, 20 das 27 Unidades da Federação (UFs) registraram crescimento no volume de serviços em abril, quando comparadas com março deste ano.

O índice de atividades turísticas apontou expansão de 2,3% ((frente ao mês imediatamente anterior)), segundo resultado positivo seguido, período em que acumulou um ganho de 2,4%. Com o resultado, o segmento de turismo se encontra 4,7% acima do patamar de fevereiro de 2020 e 3,0% abaixo do ponto mais alto da série, alcançado em fevereiro de 2014.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais