Não-binariedade parte 3

Como é existir fora da lógica do feminino e masculino?

Gabriel Barnabé, Letícia Ayres, Luiza Lindner e Sofia Albuquerque 03/11/2021 • 12:23
Perspectiva social, familiar e singular de pessoas não-binárias
Perspectiva social, familiar e singular de pessoas não-binárias
Gabriel Barnabé

No terceiro e último capítulo desta série de três episódios, os estudantes de Jornalismo na FAAP, Gabriel Barnabé, Letícia Ayres, Luiza Lindner e Sofia Albuquerque exploram mais um aspecto da experiência de indivíduos não-binários nos dias de hoje. Com vozes como a psicóloga Jaqueline Gomes e a linguista Sandra Nunes, a reportagem aprofunda a importância do uso de uma linguagem neutra e mais inclusiva, além de dar mais um passo para entender as raízes da dificuldade de aceitação social das vivências que fogem da binariedade.

Com depoimentos de Bryanna Nasck, youtube e influenciadora, Jesus Lumma, multiartista e Lucas Caldas, cineasta e diretora do filme “2+2 É Peixe”, os repórteres finalizam a temporada com reflexões sobre a perspectiva social, familiar e singular de pessoas não-binárias sobre um futuro que respeite, inclua e enxergue identidades e linguagens minorizadas.

  • PRIMEIRA-NOTICIA