Serviços de doações

A importância das ações solidárias para a população em situação de rua

Giordano Pienegonda, João Pedro Adania, Henrique Junqueira e Luca Iudice 11/11/2021 • 09:50
Os alunos conversaram com entidades que realizam ações solidárias
Os alunos conversaram com entidades que realizam ações solidárias
Giordano Pienegonda

A pandemia de Covid-19 intensificou a queda da renda de parte da população. Segundo pesquisa "Desigualdade de impactos trabalhistas na pandemia" da FGV, no último mês de fevereiro, 27 milhões de brasileiros passaram a viver com o valor mensal abaixo do estabelecido como "linha de pobreza" de R$ 261 por pessoa. Em agosto de 2020 o número era de 9,5 milhões. Em diversas ações solidárias, associações, paróquias e outras instituições, trabalham para ajudar a população em situação de rua. Um deles é o Padre Júlio Lancelotti, que coordena a Pastoral do Povo de Rua na cidade de São Pauol. Suas ações renderam a indicação ao prêmio Zilda Arns de 2021, que foi feita pelo Deputado Federal Alexandre Padilha (PT-SP).

Nessa reportagem, os alunos de jornalismo da FAAP e repórteres do Primeira Notícia Giordano Pienegonda, João Pedro Adania, Henrique Junqueira e Luca Iudice mostram alguns dos esforços que pessoas e instituições fazem para suprir a enorme demanda por assistência social. Entre as organizações citadas na matéria, além da Pastoral do Povo de Rua, estão Lions Club Internacional e a AMAR.

  • PRIMEIRA-NOTICIA