Economia

Twitter: "Ainda comprometido com a aquisição", diz Elon Musk

Mais cedo, bilionário anunciou a suspensão temporária do acordo para comprar a rede social

Narley Resende 13/05/2022 • 09:04 - Atualizado em 13/05/2022 • 19:51

O bilionário Elon Musk, depois de derrubar as ações do Twitter com uma frase sobre a suspensão da compra da rede social, disse em seguida, nesta sexta-feira (13), que está "ainda comprometido com a aquisição". 

Mais cedo, anunciou suspensão temporária do acordo para comprar o Twitter. Após esse anúncio, as ações da empresa de mídia social caíram até 20% nas negociações de pré-mercado, que ocorrem antes da abertura da Bolsa de Nova York. No final da tarde, a baixa chegou a 9,6%

Musk disse que sua oferta de US$ 44 bilhões para comprar Twitter está temporariamente suspensa. Segundo ele, o motivo para isso seria a falta de detalhes sobre o número de contas falsas ou de robôs na plataforma.

"O acordo está temporariamente suspenso devido à falta de detalhes que expliquem o cálculo de que as contas fake ou de spam representam de fato menos de 5% dos usuários", escreveu o bilionário em um tuíte.

O Twitter havia estimado, no início deste mês, que contas falsas ou de spam representavam menos de 5% de seus usuários ativos diários e monetizáveis (ou seja, que rendiam renda à plataforma) durante o primeiro trimestre deste ano.

Presidente-executivo da Tesla, o homem mais rico do mundo havia dito que uma de suas prioridades seria remover os "bots de spam" da plataforma.