Candidato a vereador em cidade mineira é morto a tiros pelo irmão do prefeito

Da Redação com Brasil Urgente 24/09/20 • 19:18 - Atualizado em 24/09/20 • 21:45
Cássio Remis foi assassinado com seis tiros
Cássio Remis foi assassinado com seis tiros
Reprodução

Um candidato a vereador morreu com seis tiros após ser atacado enquanto fazia um vídeo com denúncias. O autor do crime é o irmão do prefeito da cidade de Patrocínio, em Minas Gerais.

O corpo na calçada que aparece nas imagens da reportagem é do advogado e candidato a vereador pelo PSDB Cássio Remis. Ele foi assassinado a tiros em frente à Secretaria de Obras da cidade. Uma ambulância do Samu foi chamada, mas ele morreu na hora.

Momentos antes do crime, o político fez um vídeo denunciando uma obra que, segundo ele, seria para favorecer o comitê de campanha do atual prefeito e candidato à reeleição Deiró Marra, do DEM.

O vídeo ainda mostra quando uma caminhonete branca passa pelo local. O motorista desce do veículo, parte para cima do candidato e pega o seu celular. O homem que agride Cássio Remis é Jorge Marra, atual secretário de Obras e irmão do prefeito.

Depois da briga, o secretario é filmado tentando fugir. O candidato se agarra na caminhonete para recuperar o celular.

Segundo testemunhas, na sequência Cássio caiu no chão, se levantou e tentou entrar na secretaria de Obras quando foi baleado por Jorge Marra, que fugiu do local após cometer o crime.

  • Band Eleições
  • candidato é assassinado
  • Cássio Remis
  • Deiró Marra