Eleições

Eleições 2022: conheça os 12 candidatos a vice-presidente

Lista inclui professores, ex-governador, general, senadora, indígena, sindicalista, jornalista e até um padre

Por Karina Crisanto

Conheça os 12 candidatos a vice-presidente, em ordem alfabética Divulgação/TSE
Divulgação/TSE

A lista dos 12 candidatos inscritos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para concorrer como vice-presidente nas chapas dos candidatos à Presidência da república nestas eleições inclui professores, ex-governador, general, senadora, indígena, sindicalista, jornalista e até um padre. 

Você sabe o que faz o vice-presidente? Segundo o artigo 78 da Constituição Federal, “o Presidente e o Vice-Presidente da República tomarão posse em sessão do Congresso Nacional, prestando o compromisso de manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”.

O vice pode substituir o presidente em casos de viagem, óbito, doenças ou impeachment, e durante esse período pode sancionar leis e assinar decretos. Ele também pode desempenhar missões especiais que lhe sejam confiadas pelo presidente.

Oito vice-presidentes assumiram a Presidência da República em razão do afastamento do titular por razões de doença, impedimento ou morte: Floriano Peixoto, em 1891; Nilo Peçanha, em 1909; Delfim Moreira, em 1918; Café Filho, em 1954; João Goulart, em 1961; José Sarney, em 1985; Itamar Franco, em 1992; e Michel Temer, em 2016.

Conheça os candidatos a vice-presidente, em ordem alfabética:

Ana Paula Matos (PDT) 

Ana Paula Andrade Matos Vieira  concorre na chapa do Ciro Gomes (PDT). Ela tem 44 anos, nasceu em Salvador-BA e é advogada, especialista em finanças e mestre em administração, professora e servidora concursada da Petrobras. Em 2016 e 2017 foi secretária de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza de Salvador, 2017 chefe de gabinete da prefeitura e, atualmente, é vice-prefeita da capital baiana na chapa de Bruno Reis (União Brasil). 

Antonio Alves (PCB) 

Antonio Alves é o candidato a vice na chapa de Sofia Manzano (PCB). Ele tem 42 anos, é natural de Recife-PE e tem formação em jornalismo. Trabalhou na Coordenadoria da Defesa Civil de Recife e é sindicalista pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Piauí. 

Braga Netto (PL) 

Walter Souza Braga Netto está concorrendo na chapa do atual presidente, Jair Bolsonaro (PL). Ele tem 66 anos, é general do Exército e mestre em operações militares. Braga Netto foi interventor de segurança pública do estado do Rio de Janeiro em 2018 e em fevereiro de 2020 foi nomeado Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, já em março de 2021 assumiu o Ministério da Defesa, onde permaneceu no cargo até março deste ano. 

Fátima Pérola Neggra (PROS) 

Fátima Pérola Neggra concorre na chapa de Pablo Marçal (PROS). Ela tem 54 anos e nasceu em Iporã, no Paraná, e atua como Policial Militar no estado de São Paulo. Uma ala do PROS deseja apoiar a candidatura do ex-presidente Lula e a coligação do partido com o PT. TSE cobra decisão do partido. 

Geraldo Alckmin (PSB) 

Geraldo Alckmin é o candidato à vice-presidência de Lula (PT). Alckmin tem 70 anos, é natural de Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, e é médico especialista em anestesiologia. Ele tem um currículo grande na política: foi vereador e prefeito da sua cidade natal, deputado estadual de São Paulo entre 1983 e 1987, depois assumiu o cargo de deputado federal também por São Paulo. Alckmin foi eleito governador de São Paulo em 2001, 2011 e reeleito nas eleições de 2014, deixou o cargo em 2018 para ser candidato à presidência da república. Alckmin foi filiado ao MDB de 1972  a 1988, PSDB de 1988 a 2021, ingressou este ano no PSB. 

Mara Gabrilli (PSDB) 

Mara Gabrilli concorre na chapa de Simone Tebet (MDB). Ela tem 55 anos, é de São Paulo-SP e tem formação em publicidade e psicologia. Gabrilli sofreu um acidente de carro em 1994 que a deixou tetraplégica. Na política, foi a primeira titular da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da cidade de São Paulo, atuou como vereadora e deputada federal, nas eleições de 2018 foi eleita senadora. 

Marcos Cintra (União Brasil) 

Marcos Cintra é vice na chapa de Soraya Thronicke (União Brasil). Ele tem 76 anos, é natural de São Paulo e mestre em economia e planejamento regional. É professor universitário e já atuou como vice-presidente da Fundação Getúlio Vargas. Na política, já foi vereador, deputado federal e secretário especial da Receita Federal. 

Padre Kelmon (PTB) 

Kelmon Luis da Silva Souza é candidato na chapa de Roberto Jefferson (PTB). Ele é natural de Acajutiba, na Bahia, e tem 76 anos e é padre. Ele é coordenador do Movimento Cristão Conservador. Roberto Jefferson foi condenado em 2012 a sete anos de prisão pelo seu envolvimento no Mensalão. Pela Lei da Ficha Limpa, mesmo que sua pena já tenha terminado, o condenado em julgamento colegiado fica inelegível por oito anos.

Professor Bravo (DF)

João Barbosa Bravo, o Professor Bravo, concorre como vice na chapa do Constituinte Eymael (José Maria Eymael), do DC. Professor Bravo tem 75 anos, é de São Gonçalo, no Rio de Janeiro e é economista. Foi prefeito da sua cidade natal entre 1993 e 1996. 

Raquel Tremembé (PSTU) 

Kunã Yporã, nome indígena de Raquel Tremembé, disputa a vice-presidência na chapa de Vera Lúcia (PSTU).  Natural de Vargem Grande, no Maranhão, Raquel é indígena, tem formação em pedagogia e é professora de ensino fundamental. É líder da etnia Tremembé e integrante da Associação de Mulheres Indígenas Guerreiras da Ancestralidade. 

Samara Martins (UP) 

Samara Martins da Silva é filiada ao Partido Unidade Popular (UP) e concorre à vice-presidência na chapa de Léo Péricles, também do UP. Samara tem 35 anos e nasceu em Belo Horizonte-MG. É formada em odontologia, é dentista pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e é militante do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas e Movimento Olga Benário, ambos no estado do Rio Grande do Norte. 

Tiago Mitraud (NOVO) 

Tiago Lima Mitraud de Castro Leite está concorrendo com Felipe D'Ávila (NOVO). Ele tem 36 anos e nasceu em Brasília-DF. Em 2018, foi eleito Deputado Federal pelo estado de Minas Gerais e é presidente da Frente Parlamentar da Reforma Administrativa.