Eleições

Haddad lidera pesquisa ao governo de SP com 29,7%; Márcio França tem 18,6%

Levantamento foi divulgado nesta segunda-feira (2) pelo Instituto Paraná Pesquisas

Narley Resende 02/05/2022 • 10:59 - Atualizado em 02/05/2022 • 11:30
Fernando Haddad em ato de Primeiro de Maio em São Paulo
Fernando Haddad em ato de Primeiro de Maio em São Paulo
Facebook / Fernando Haddad

O ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) lidera em todos os cenários da corrida eleitoral para o governo do Estado, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira (2) pelo instituto Paraná Pesquisas (veja a íntegra).

No principal cenário, na pesquisa estimulada, o petista alcança 29,7% das intenções de voto. Na sequência, aparecem o ex-governador de São Paulo Márcio França (PSB), com 18,6%, o ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos), com 15,2%, e o governado Rodrigo Garcia (PSDB), com 5,6%.

Em um cenário reduzido, apenas com os quatro primeiros colocados, Haddad aparece com 30,3% contra 19,2% de França, 15,7% de Freitas e 6,5% de Garcia.

O Paraná Pesquisas entrevistou 1.820 eleitores em 78 municípios entre os dias 24 e 29 de abril de 2022. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de aproximadamente 2,3% para os resultados gerais.

Apoio de Lula e Bolsonaro

A liderança de Haddad se consolida também quando apresentando como candidato apoiado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

Segundo o levantamento, o ex-prefeito tem 31,6% com o apoio de Lula.

Nesse cenário, Tarcísio de Freitas alcança 30,1% quando apresentando ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Espontânea

Tarcísio de Freitas aparece numericamente à frente na pesquisa de intenção de votos espontânea (quando os nomes não são apresentados) para o governo de São Paulo.

Nesse cenário, 74,1% afirmaram que não sabem ou não responderam. Outros 10,9% disseram que não irão votar em ninguém, em branco ou nulo.

Tarcísio tem 6,8% das intenções de voto contra 4,1% do ex-prefeito Fernando Haddad (PT) - os dois estão empatados dentro da margem de erro, que é de 2,3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Márcio França vem em terceiro, com 2,3%, o que também o coloca em empate técnico com Tarcísio e Haddad. 

Rodrigo Garcia é citado por 0,4% dos entrevistados, atrás do ex-governador João Doria (PSDB), que tem 0,5% — o que mostra que parte do eleitorado ainda não sabe que Garcia é o candidato apoiado por Doria, que vai disputar a Presidência da República.

Outros candidatos citados na pesquisa espontânea foram o ex-prefeito de Santana de Parnaíba Elvis Cezar (PDT), e o deputado Vinicius Poit (Novo), ambos com 0,1%. Outros nomes citados corresponderam a 0,8%.