Eleições

João Doria vence as prévias e será o candidato do PSDB à presidência

Governador do estado de São Paulo venceu as prévias realizadas neste sábado por meio de um novo app

Da redação 27/11/2021 • 19:04 - Atualizado em 27/11/2021 • 21:37

O governador do estado de São Paulo, João Doria, será o candidato do PSDB nas eleições presidenciais do ano que vem. O anúncio sobre o vencedor das prévias do partido foi feito no começo da noite deste sábado (27).

Em coletiva, o político disse estar animado: “Vamos vencer a corrupção e a incompetência. Vamos vencer as trevas e o negacionismo. Vamos resgatar a esperança. Vamos juntos unir o Brasil e os brasileiros”.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, estava ao lado de Doria no momento em que o presidente do PSDB, Bruno Araújo, anunciou o vencedor. O ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio, que também disputou as prévias, também acompanhou o anúncio.

Doria superou o governador do Rio Grande do Sul, recebendo 53,99% dos votos, seguido de Eduardo Leite, com 44,66%, e Arthur Virgílio, ex-prefeito de Manaus, com 1,35%.  

A disputa entre eles foi marcada por troca de farpas, mas, após a definição, os candidatos afirmaram que as diferenças foram resolvidas. Virgílio e Leite elogiaram o tucano e o apoiaram. Já Dória afirmou que ninguém saiu derrotado da eleição.

Vídeo: Vamos vencer o negacionismo, diz Doria

A votação das prévias começou no último domingo, mas a conclusão foi adiada em razão de falha no aplicativo de votação dos filiados. A votação acabou sendo realizada por meio de um novo aplicativo. Esta foi a primeira vez que o partido recorre à realização de prévias para escolher o candidato ao Palácio do Planalto.

No Twitter, o governador de São Paulo fez uma publicação e agradeceu pelos votos recebidos. “Obrigado aos filiados do PSDB pelo voto de confiança. O PSDB sai fortalecido. As prévias foram um exemplo de democracia. Estamos do mesmo lado. Do lado do Brasil. A partir de agora, Eduardo, Arthur e eu estaremos unidos na construção do melhor projeto para o Brasil!”, disse o candidato. 

O PSDB informou que somente hoje houve mais de 30 milhões de tentativas de acesso ao sistema de votação, a maioria vinda do exterior. O fato levantou suspeita já que apenas dois filiados estavam fora do Brasil. Apesar disso, o partido garante que não houve interferência no processo.