Eleições

Saiba o que Bolsonaro, Lula, Ciro e Tebet farão em Salvador neste sábado

Presidenciáveis mais bem posicionados na corrida eleitoral participam pela primeira vez, neste sábado (02), de eventos na mesma cidade

Édrian Santos 02/07/2022 • 08:09
Bolsonaro, Lula, Ciro e Tebet participam de eventos em Salvador
Bolsonaro, Lula, Ciro e Tebet participam de eventos em Salvador
Reprodução

Os quatro presidenciáveis mais bem posicionados na corrida eleitoral participam pela primeira vez, neste sábado (02), de eventos na mesma cidade, num raio de poucos quilômetros, em Salvador. Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB) estarão em celebrações pela comemoração da adesão da Bahia à Independência do Brasil.

Já o presidente Jair Bolsonaro (PL) estará em passeio de moto, iniciado às 9h, na Orla Atlântica de Salvador, com ponto de partida no famoso Farol da Barra. Além dos apoiadores, personalidades políticas baianas estarão presentes na motociata, como João Roma (PL), pré-candidato ao governo da Bahia, e Dra. Raissa Soares (PL), pré-candidata ao Senado.

Bolsonaro está na Bahia desde a última sexta-feira (1º), onde participou de evento com apoiadores em Feira de Santana e Cruz das Almas.

Já na Arena Fonte Nova, a 5 km de distância do evento de Bolsonaro, estará Lula, em evento chamado de Grande Ato da Independência, previsto para começar às 10h30 de hoje. O ex-presidente está na Bahia desde ontem, conforme anunciou pelas redes sociais.

O evento lulista contará com a presença do governador Rui Costa (PT), senador Jaques Wagner (PT) e outras lideranças locais e nacionais.

Ciro Gomes também está em Salvador desde ontem, quando foi recebido pelo prefeito da capital, Bruno Reis. Hoje, o ex-governador do Ceará participa das comemorações do 2 de Julho, o desfile oficial. No mesmo evento estará a senadora Simone Tebet, cerca de 1 km da Arena Fonte Nova.

Esquema de segurança

Para a segurança do evento cívico, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP) anunciou 1 mil agentes, entre policiais militares, policiais civis, técnicos e bombeiros. O planejamento foi apresentado na última quinta-feira (30).