Entretenimento

Displasia coxofemoral: ladradores são mais suscetíveis à doença; entenda

Manu Karsten, veterinária e colunista da BandNews FM, explica o problema ortopédico que pode acometer, inclusive, jovens cães da raça; saiba mais:

Manu Karsten, com BandNews FM 16/11/2021 • 17:39
Displasia coxofemoral: ladradores são mais suscetíveis à doença; entenda
Displasia coxofemoral: ladradores são mais suscetíveis à doença; entenda
Envato Elements

Nosso ouvinte Felipe Castro tem um labrador de três anos que o está preocupando muito. “No inverno, Manu, ele fica muito mais quieto e parece estar sentindo algum tipo de dor, pois quando levanta, dá uns gritinhos, o que pode ser?”

Felipe, podem ser muitas coisas, né? É difícil a gente dizer de longe, mas como eu sempre recomendo, você deve levá-lo ao seu veterinário, para um exame completo.

Mas, por ser um labrador, pelo histórico dos labradores, eu desconfio logo de uma displasia coxofemoral, tá? Que é uma condição muito comum, muito prevalente nessa raça. 

Trata-se de um problema ortopédico de má formação da articulação coxofemoral. E precisa ser logo diagnosticado por um veterinário para um tratamento precoce – ele precisará de um raio-X para confirmar.

Piora mesmo no frio porque as baixas temperaturas causam o tensionamento da musculatura e dos ligamentos, o que provoca dor muito forte e aparecimento evidente dos sintomas. 

Então, Felipe, de verdade, leve ele ao seu veterinário, tá bom? Boa sorte!

Participe também da nossa coluna enviando a sua dúvida para eobicho@bandnews.com.br, ou então pelo Instagram: @manukarsten. OUÇA MAIS COLUNAS DA MANU KARSTEN NA RÁDIO BANDNEWS FM: