Faustão na Band

Biquíni Cavadão explica como pandemia da Covid-19 impactou em mais novo disco

Álbum 'Através dos Tempos' foi lançado em novembro

Da redação 21/01/2022 • 10:59

Em novembro de 2021, o Biquíni Cavadão lançou Através dos Tempos, o 14º disco de estúdio da banda – e o primeiro desde o início da pandemia da Covid-19. Com músicas inéditas, o álbum quer levar aos fãs o que o vocalista Bruno Gouveia classificou como uma “mensagem de otimismo”.

“Todo o disco é calcado nessa mensagem de otimismo para a gente superar isso, e que essa doença simplesmente acabe neste ano”, disse Gouveia durante o quadro Na Pista do Sucesso, na edição desta quinta-feira (20) do Faustão na Band.

A faixa Nada é para sempre é bastante influenciada pelo momento atual. Composição da banda com Marcelo Hayena (vocalista do Uns e Outros), a canção diz que “nada é para sempre, tudo vai ser diferente, toda tristeza um dia passa e um novo dia nascerá”.

“Um dia, ele (Hayena) me mandou por mensagem de texto essa letra e ele falou: ‘Cara, eu escrevi isso como se fosse uma oração, porque eu gostaria muito que a gente pudesse superar esse momento tão difícil que a gente está passando’. Eu falei para ele: ‘Eu não estou lendo este texto; eu já estou cantando esse texto. Acho que tem uma melodia muito legal aqui’”, lembrou Bruno Gouveia.

“A gente começou a fazer a música, e em pouco tempo a gente fez essa canção e pensou: Por que não então voltar com um disco inteiro de canções novas? Para que, além dos grandes sucessos, a gente possa estar botando um pouquinho nessas canções de otimismo, de esperança, de resiliência, de perseverança”, completou.

Mas a pandemia não influenciou a banda apenas na produção do mais recente disco. Segundo Bruno Gouveia, os períodos de isolamento mudaram até mesmo os hábitos do Biquíni Cavadão, que viveram momentos de fãs.

“Os artistas todos, diante de uma situação tão dura e difícil, eles abriram as câmeras e fizeram shows para as pessoas, todas, gratuitamente. Isso é uma coisa maravilhosa se a gente pensar hoje. Eu mesmo assisti a shows que, na minha vida, não tive oportunidade de ver porque estavam ali aqueles artistas que, por conta da data, a gente não conseguia”, contou.

Gouveia ainda buscou em Vento Ventania, sucesso lançado pela banda em 1991, um paralelo com o momento da pandemia.

“No momento em que nós tivemos todos que ficar dentro de casa, todos nós sonhamos em algum momento que um bom vento pudesse passar e nos levar para algum lugar distante”, analisou.

“É uma canção que fala muito sobre isso. Ela inspira essa liberdade, a vontade de a gente sair por aí para conhecer o mundo. E a gente, nesses últimos dois anos, teve que enfrentar uma realidade completamente diferente. Todos nós, mas principalmente os artistas, que sempre viajaram, que sempre fizeram shows. Acabou que nós éramos os especialistas em aglomeração, e isso foi uma coisa muito dura para a gente.”

Na Pista do Sucesso

Os grandes sucessos musicais do Brasil e do mundo animam as noites de quinta-feira no Faustão na Band. Na competição, os participantes tentam adivinhar clássicos e hits do momento.  

Faustão vai mostrar pistas, conhecidos falando sobre o artista misterioso e trechos de música para que os participantes descubram quem é o artista. Caso os competidores não acertem quem é o cantor, o auditório é que vai poder arriscar o palpite.

O programa Faustão na Band é exibido de segunda a sexta-feira, a partir das 20h30, logo após o Jornal da Band. Com apresentação de Fausto Silva, você pode assistir ao programa pela TV, site, YouTube, e app BandPlay.