Faustão na Band

Diego Hypólito sobre crises de pânico: "Fiquei dois anos sem andar de avião"

O atleta recordou que, após os Jogos Olímpicos de 2016, passou a ter crises com mais frequência

Da Redação 12/05/2022 • 20:39
Diego Hypólito participou do Na Pista do Sucesso
Diego Hypólito participou do Na Pista do Sucesso
Reprodução / Faustão Na Band

O que é mais difícil: conquistar uma medalha olímpica ou aprender a lidar com uma questão de saúde mental? A pergunta foi feita por Faustão a Diego Hypólito durante o Na Pista do Sucesso desta quinta-feira (11). Na resposta, o ex-atleta recordou o período em que suas crises se intensificaram. 

“As medalhas valem muito a pena. A gente trabalha muito e precisa ter esse reconhecimento. Mas eu tive crises de ansiedade no período pós-ginástica, logo depois dos Jogos Olímpicos de 2016 [no qual conquistou a medalha de prata no solo]. Fiquei dois anos sem andar de avião, com crises de pânico. Foi um período de muita concentração, muita responsabilidade”, detalhou. 

Hoje em dia, Diego trabalha com muito menos pressão. “O circo já faz parte de mim desde criança, já que eu sempre fui acrobata. O mais inusitado é que eu também apresento o Reder Circus em conjunto com meu chefe, Frederico Reder. Foi algo novo pra mim e nós tratamos muito da alegria. Eu gosto demais de estar lá”, resumiu.