Faustão na Band

"É a vingança das mulheres", brinca Faustão sobre letra de pagode

Para a cantora Marvvila, é a vez das mulheres fazerem acontecer no pagode

Da Redação 24/06/2022 • 21:42
Marvvila participou do Churrascão do Faustão
Marvvila participou do Churrascão do Faustão
Renato Pizzutto / Band

Marvvila foi uma das convidadas do Churrascão do Faustão desta sexta-feira (23). Ao longo do programa, ela contou de onde surgiu a inspiração para criar a música “A Pagodeira”, que trata de uma mulher poderosa. 

“É uma música diferente da sofrência. Como eu sou mulher no pagode, preciso falar para elas também. Os caras falam que vão fazer, acontecer, sair. Decidi trazer isso porque a gente também tem vontade de fazer as coisas e a gente faz. Eu tô aqui para falar por elas”, avaliou. 

Faustão brincou sobre a letra: “É a vingança das mulheres”, resumiu. 

Do gospel para o pagode

Ao longo do churrasco, Marvvila falou sobre o início de sua carreira. “A maioria da galera do samba ou do pagode cresceu nas rodas, com a família. Na minha casa eu só escutava gospel. Mas meu contato com o ritmo começou na minha escola, eu estudava em escola pública. Ouvia a galera cantar. Até que depois dos 18 anos eu saí de casa e o passarinho voou, porque eu já era meio doidinha da cabeça”, brincou. 

“No começo minha mãe relutou. Ela ficava preocupada porque a nossa vida é noite, madrugada. Aí eu peguei e saí de casa para de fato tentar a vida. Mas depois ela deixou e hoje caiu no meu pagode”, garantiu. 

A cantora ainda explicou por que é apaixonada pelo ritmo. “Eu sou eclética, gosto de tudo: do funk ao sertanejo. Mas eu gosto muito de falar de amor, não tem como. Eu gosto de cair no pagodão, falar de amor, de sofrência e até de superar, isso também vale”.