Faustão na Band

Frejat diz que hip hop tomou papel do rock em rebeldia e inquietude

Também durante participação no Faustão Na Band, músico apresentou alguns dos seus maiores sucessos

Da Redação 07/04/2022 • 21:58 - Atualizado em 07/04/2022 • 22:23
Frejat acredita que o rock ainda terá chance de voltar a flertar com a rebeldia
Frejat acredita que o rock ainda terá chance de voltar a flertar com a rebeldia
Reprodução/Faustão Na Band

Em papo com Faustão durante participação no Na Pista do Sucesso, o cantor Frejat, um dos principais nomes do rock nacional, explicou o papel da música nas transformações da sociedade. Ao ser questuionado pelo apresentador se sente que os artistas de rock podem ter a mesma união que os artistas do sertanejo, a fim de valorizar o gênero, o músico desabafou. 

“Olha, eu acho que o repertório que a gente fez durante os anos 80 e 90 é muito forte. Acho que ele vai permanecer, mas eu não sinto o rock tão forte nos meios de comunicação. Tem gente fazendo trabalho bom, mas eu acho que o rock sempre representou um pouco de rebeldia, de inquietude. E eu acho que hoje o hip hop tomou o lugar do rock nesse sentido, como uma música de inquietação, que a juventude manifesta essa rebeldia nela", afirmou. 

Contudo, Frejat fez um alerta sobre os cuidados que os artistas de hip hop precisam ter, baseado no que aconteceu com os representantes do rock, se quiserem se manter como o gênero que representa a urgência por transformações na sociedade. "O que aconteceu com o rock em algum momento vai acontecer com o hip hop: venderam picolé com o rock, carro com o rock... isso foi diluindo a rebeldia que o rock representava para as pessoas”, ponderou.

Segundo o músico, como tudo é cíclico, pode ser que em algum momento a relação entre o rock e a rebeldia volte a acontecer.

No palco do Faustão Na Band, Frejat cantou clássicos do Barão Vermelho, como Puro Êxtase e Por Você, e sucessos do seu repertório solo, como Segredos.