Entretenimento

Fernanda Montenegro é dada como morta no INSS e abre processo contra o órgão

A atriz deve receber pelo menos R$ 334 mil dos pagamentos não pagos entre agosto de 2019 e março de 2022; ela também deve ser indenizada em R$ 10 mil por danos morais

Da Redação

Fernanda Montenegro venceu a ação, mas ainda não recebeu nenhuma quantia
Fernanda Montenegro venceu a ação, mas ainda não recebeu nenhuma quantia
Reprodução/Instagram

A atriz Fernanda Montenegro, de 94 anos, abriu um processo na Justiça contra o INSS para voltar a receber sua aposentadoria e a pensão pela de seu marido. Segundo a atriz, a entidade deixou de pagar o benefício em agosto de 2019 e o problema perdurou até março de 2022, somando R$ 334 mil atrasados.

A informação foi divulgada pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.

Segundo o jornalista, a atriz enfrentou diversos problemas para realizar a prova de vida durante o período da pandemia, o que fez o instituto entender que Fernanda Montenegro estivesse morta.  

Com a falta do exame, o INSS parou de depositar o benefício e a atriz precisou recorrer à Justiça para voltar a receber o dinheiro.

Em 2023, a Justiça deu ganho de causa para a artista, obrigando o órgão a depositar os valores retroativos, somando R$ 334 mil. O instituto ainda foi condenado a pagar R$ 30 mil por danos morais, mas um recurso reduziu a quantia para R$ 10 mil.

Até o momento, nenhum valor foi pago a atriz.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais