Masterchef

Comer camarão sem limpar faz mal? Nutricionista explica

Fernanda Frozza 02/09/2020 • 17:45
Camarão sujo no MasterChef repercute nas redes sociais
Camarão sujo no MasterChef repercute nas redes sociais
Carlos Reinis/Band

O camarão faz sucesso em várias receitas, como bobó, empadão e até frito, como petisco. Mas seu preparo costuma gerar algumas dúvidas. No oitavo episódio do MasterChef Brasil 2020, que foi ao ar na terça-feira, 1º de setembro, a capitã da Polícia Militar Karoline, que levou o troféu para casa, repercutiu nas redes sociais por não limpar o crustáceo na primeira prova, ao fazer talharim com camarão e lula à carbonara. “Você serviu o camarão com casca. Quando a gente serve camarão com casca, podemos abrir para evitar isso”, disse Eric Jacquin ao mostrar as tripas do animal no prato. 

“Ele é muito sujo. Tem gente que não se importa e come. Tem gente que não come”, pontuou o jurado. Para amenizar a crítica, Karoline disse que era “decoração” no prato. Mas não convenceu o chef, que tirou a tripa e deixou de canto. E também não convenceu parte do público, que achou que o deslize deveria ser motivo para eliminação

Faz mal?
Segundo a nutricionista clínica e esportiva Renata Pigliasco Branco, o camarão tem duas tripas, uma em cima e outra embaixo. E é na de cima onde ficam os restos de ovas e fezes. As tripas, assim como a casca, cabeça e cauda, são retiradas e descartadas antes do consumo. No geral, o camarão é um alimento rico em proteína, ômega 3 e fibras, mas essas partes que normalmente são retiradas também contêm cádmio, um metal tóxico para o nosso organismo se consumido em excesso. “Isso em um uso contínuo pode levar toxicidade e prejudicar rins e fígado”, explica.

Vale dizer que uma pesquisa feita pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em 2010, mostra que as partes do camarão que costumam ir para o lixo, que são a cabeça, a casca e a cauda, são justamente as mais ricas em proteína, ácidos graxos e ômega 3, nutrientes fundamentais para a saúde do coração.“ Enquanto a carne tem 1% do óleo contendo ácidos gordos, o resíduo, em geral descartado, tem 5%, sendo que, deste, 25% é representado pelo ômega 3”, aposta o levantamento feito pela engenheira química Andrea Del Pilar Sánchez Camargo e desenvolvido na Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA).

“Existe uma substância muito benéfica que é retirada desses rejeitos dos crustáceos, que é a quitosana, ela tem efeito no intestino delgado. Ajuda na formação de gel solúvel que altera a absorção do colesterol e glicose no organismo, além de aumentar a saciedade”, explica Renata.

Como limpar o camarão
Assim como Karoline, muita gente não se atenta a limpar o camarão da maneira correta. Para não errar mais, a nutricionista explica que é só pegar a pontinha da faca, uma tesoura pequena ou um palito de dente para tirar as tripas. Em seguida, basta lavar o crustáceo com água corrente. Sim, dá um trabalhinho. Por isso, a opção mais simples, que costuma sair um pouco mais cara, ainda é pedir para que o camarão já venha limpo no mercado, peixaria ou barraca de feira.

  • masterchef
  • karoline
  • episódio 8
  • camarão sujo
  • nutricionista
  • risco