Masterchef

Após câncer, Bruno vê MasterChef como reviravolta: “Estive no fundo do poço"

Cirurgião dentista foi diagnosticado com linfoma em 2020 e se divorciou em 2021. Agora, entra no talent show para recomeçar

Felipe Pinheiro e Stefani Sousa 10/05/2022 • 13:00
Bruno é participante do MasterChef Brasil 2022
Bruno é participante do MasterChef Brasil 2022
Divulgação/Band

Em 2020, o cirurgião dentista Bruno, novo participante do MasterChef Brasil 2022, foi diagnosticado com um linfoma não Hodgkin, mesmo tipo de câncer enfrentado pelo ator Reynaldo Gianecchini, o qual afeta o sistema linfático. Há um ano e meio, porém, a doença está em remissão. 

Ele, que já se inscreveu no MasterChef em outra oportunidade, afirma que participar do talent show da Band, além da realização de um sonho, é um recomeço. “Dois anos atrás, estava iniciando uma batalha triste, hoje, é o início de uma batalha feliz. Jamais imaginei participar do MasterChef”, disse em entrevista ao Band.com.br. “Sei que todo mundo tem uma história e um sonho. A minha não é melhor do que a de ninguém, mas para mim é um plot twist [uma mudança radical, em inglês] muito grande. Eu estava no fundo do poço”. 

O MasterChef Brasil estreia dia 17 de maio de 2022, às 22h30, na Band TV, no site e aplicativo BandPlay

Tudo novo de novo

Além do câncer, Bruno se separou recentemente. Ele, que é do interior de Minas Gerais, se recorda que o relacionamento causou um choque na cidade de Barroso.“ Eu era casado com um cara. Choquei uma cidade pequena. Em fevereiro de 2020 a gente terminou”, conta.

A fé de que o MasterChef mudará a sua vida é gigante.“ Quando estava entrando no ônibus [para as gravações do programa, em São Paulo], a minha mãe falou assim: ‘Filho, eu sinto que você não volta mais, mas estou feliz’”, diz.

Dom de Deus

Bruno conta ainda ter passado em vários concursos públicos e que sempre teve auxílio de bolsas de estudos. “Sempre fui bolsista, até na minha pós-graduação ganhei bolsa. Já passei em uns três, quatro concursos públicos”, afirma. “Tenho facilidade em adquirir e manter conhecimento, que acho que foi o dom que Deus me deu para poder fazer o bem para os outros”, completa. 

Para o dentista, a força de vontade é o que fará ele se dar bem na disputa do MasterChef.  "Já venci muita coisa. Não menosprezando, mas o que é uma competição perto de tudo o que eu já passei na minha vida? O que mais pode me atrapalhar, talvez, seja o jogo interpessoal, pois sou muito confiante e as pessoas podem interpretar como arrogância”, disse.

O lado negativo, segundo ele, pode ser a ansiedade. “Tenho uma mente muito ativa”.