Masterchef

Daniel diz que decidiu correr risco e admite: “Medo de ser esculachado”

Gerente de vendas deixou o MasterChef em prova disputada que foi decidida nos detalhes. No programa Mais MasterChef, ele revela o que faria de diferente se pudesse voltar atrás. Assista!

Da redação 04/07/2022 • 18:53 - Atualizado em 04/07/2022 • 18:57

Um dos participantes mais queridos da 9ª temporada do MasterChef, Daniel foi eliminado em uma prova digna de final pela qualidade técnica dos adversários que enfrentou. Em entrevista ao programa Mais MasterChef, o gerente de vendas conta que sabia do principal erro de seu prato com polenta, frango e quiabo, mas que mesmo assim tentou convencer os jurados de que continuar na competição. 

“Como o meu frango estava seco, falei, agora é a hora de vender o meu prato. Precisei dar uma ‘marketeada’ [sic] no prato para evidenciar a história, a arte… O Jacquin gostou da história”, lembra ele, aos risos. 

Daniel percebeu que teria problemas após tirar o frango do forno. 

“Pensei, coloco o frango no prato ou não? Decidi colocar e correr esse risco. E aí dá medo porque os outros três candidatos eram muito fortes. A torcida era, espero que eles cometam erros grotescos. Sem querer você deseja o mal para o outro”, conta.

Se pudesse voltar atrás, o ex-MasterChef faria um molho para acompanhar a proteína. No programa, ele teve receio de preparar um molho por achar que poderia vazar pela tela em branco – na prova, os cozinheiros deveriam empratar as preparações em telas em branco, como se fossem uma obra de arte.

Medo de ser detonado pelos jurados


Daniel admitiu que teve medo de ser cruelmente julgado pelos chefs Erick Jacquin, Helena Rizzo e Henrique Fogaça. Ele deixou a competição sem ser muito criticado, já que foi eliminado por detalhes e mesmo assim recebeu elogios até mesmo de Ana Paula Padrão. 

Após o anúncio da eliminação, Daniel recebeu um abraço coletivo dos colegas que desceram do mezanino.

“Sempre procurei respeitar a todos, inclusive os chefs. Receber esse carinho do mezanino foi para fechar com chave de ouro. Todos moram no meu coração. Sou grato por essa trajetória. Eu tinha muito medo de ser esculachado”, afirmou.