Masterchef

Renato tenta nova chance no MasterChef após promessa para o filho: “Não pode desistir”

Após ser eliminado por conta de uma panna cotta, engenheiro disse ao filho de 8 anos que voltaria e ganharia o programa

Stefani Sousa e Fernanda Frozza 28/06/2021 • 15:34 - Atualizado em 28/06/2021 • 16:36
Renato é participante da 8ª temporada do MasterChef
Renato é participante da 8ª temporada do MasterChef
Carlos Reinis/Band

“Quando a gente quer uma coisa tem que persistir, não pode desistir se realmente é o seu sonho”. É com esse lema que o engenheiro ambiental e sanitarista Renato Nogueira dos Santos, de 35 anos, pisa pela segunda vez na cozinha do MasterChef Brasil. Depois de competir no 19º episódio da última edição, ele retorna ao programa na 8ª temporada, que estreia dia 6 de julho, às 22h30. Pai de Benjamin, de 8 anos, e dos gêmeos Heitor e Pietra, de 4, ele decidiu tentar mais uma vez após um conselho do primogênito.

Depois da gravação, ele não contou em casa que tinha perdido. Ao assistir o programa, Benjamin perguntou se o pai estava triste com o resultado e como pretendia lidar com o momento. “No fim da conversa, que foi muito significante, ele me perguntou o que eu faria agora. Eu disse: ‘vai ter outra temporada, o papai vai entrar e ganhar’”. Na época, o paulista de Pindamonhangaba nem imaginava que de fato voltaria ao talent show, mas decidiu se inscrever. Dito e feito! Agora ele está entre os participantes e determinado a levar o prêmio para casa.

Durante sua passagem no MasterChef, o engenheiro preparou caranguejo pela primeira vez na vida e superou o desafio do leilão. No entanto, na segunda etapa do episódio, caiu na “pegadinha” da panna cotta e fez uma escolha errada ao pedir para preparar o doce, que exige mais tempo na geladeira do que o determinado por Ana Paula Padrão. “Fui muito burro porque a panna cotta é um negócio que gosto de fazer em casa, mas na hora da escolha, vendo a cara dos jurados, já me arrependi. Deu errado e bola pra frente.”

Com o deslize, Renato acreditou que já tivesse perdido sua chance, mesmo depois da conversa com o filho. E quando foi chamado para o teste após as inscrições, quase desistiu ao viver um problema familiar. Um dia antes, o sítio em que mora com a família foi roubado. “Mudar pra roça era um sonho, gostaria que as crianças pudessem vivenciar o que eu tive na infância, mas quando soube disso fiquei muito triste, desestabilizado, pensei até em voltar, mas ela me deu muito apoio para permanecer”, explica.

Mesmo com o turbilhão de emoções, ele respirou fundo e seguiu em frente. E é assim que pretende se manter até o fim da competição. Com raízes caipiras na sua trajetória, o paulista pretende impressionar os jurados com sabor e garante que é capaz de se virar até mesmo quando não conhece um ingrediente ou receita. “Consigo me adaptar a qualquer ambiente sob pressão. Sou uma pessoa que consegue resolver problemas. Não tem nada que eu fale que não tem solução. Se tenho meia hora pra fazer um prato com ingredientes que nunca vi na vida, vou entregar.”

Ainda assim, confessa que sobremesa não é seu forte. “Tenho um pouco de dificuldade com confeitaria. E também a organização, lidar com o tempo e com a bancada. Sou um pouco desorganizado, tenho que focar nisso”, explica.

Participar do MasterChef, para ele, é persistir em um sonho. Há 12 anos trabalhando como consultor da área de engenharia ambiental, o cozinheiro se diz muito grato a tudo o que conquistou na sua carreira, mas, se levar o troféu para casa, quer investir na gastronomia e passar mais tempo com a família. “Quero migrar de área, devagarzinho e em transição”, diz. Além de, claro, cumprir a promessa que fez para o Benjamin. Bem-vindo de volta, Renato!

  • renato
  • masterchef
  • 8ª temporada
  • participante