Masterchef

Tiago chora ao ser salvo por mezanino no MasterChef: “Me deu um apagão”

Participante conta que ficou emocionado durante o 4º episódio e errou numa receita que faz com frequência

Stefani Sousa 28/07/2021 • 00:38 - Atualizado em 28/07/2021 • 00:55
Tiago chora ao ser salvo por mezanino no MasterChef
Tiago chora ao ser salvo por mezanino no MasterChef
Carlos Reinis/Band

Quem entra para cozinhar no MasterChef sonha em receber elogios dos jurados, mas, principalmente, se manter no programa. E esse segundo objetivo fez o publicitário Tiago, de 36 anos, chorar no 4º episódio que foi ao ar nesta terça-feira, 27. No primeiro desafio em grupo da temporada, o brasiliense mandou bem na receita, mas o grupo azul, do qual fazia parte, perdeu a disputa. Com isso, ele foi parar na prova de eliminação, e acabou se enrolando em um prato que se sentia seguro para executar: o croque monsieur

A receita francesa não é novidade na vida dele. Tiago conta que a prepara com frequência, mas no programa as coisas funcionam em outro ritmo. “Sabia fazer todos os processos, estava tranquilo, mas quando entrei no mercado, me deu branco, um apagão. Tinha um plano na cabeça e nem eram tantos ingredientes, mas errei. Foi um esforço muito grande para fazer uma coisa que tenho certo conforto”, explica ao Band.com após as gravações.

Além da pressão de estar no MasterChef, ele explica que o primeiro desafio da noite, em que os participantes prepararam 300 marmitas para o projeto O Amor Agradece, mexeu muito com seu emocional. “Já ajudei um amigo a fazer esse trabalho, de ajudar pessoas em situação de rua. E ter lembrado dessas pessoas foi muito tocante. Queria ter feito mais, entregar alguma coisa que tivesse feito diferença pra eles. Todo mundo que tá no programa tem que saber dos seus privilégios”, disse.

Como estava cansado e à flor da pele no desafio seguinte, o resultado apareceu no prato. “Realmente achei que fosse sair. E não conseguia me imaginar voltando pra casa porque sabia que podia entregar muito mais”, conta o cozinheiro, que sofreu duras críticas dos jurados por ter feito um croque monsieur muito pesado e gorduroso.

Jacquin chegou a perguntar se era uma pegadinha do cozinheiro. Fogaça disse que o resultado não foi agradável, porque estava “enjoativo e com muita manteiga”. Helena concordou com os dois: “Fico surpresa porque fiquei com aquele prato que você fez com mandioca e cogumelos na cabeça. Tava delicado, mas esse prato tá muito perdido”.

Eleito um dos piores da noite, ele foi salvo pelo mezanino e não conseguiu segurar as lágrimas. “A gente faz amizades, é inevitável. Tenho vários amigos aqui. Todos são, uns mais e outros menos. É um alívio tremendo saber que o jeito com que eu lido com todo mundo vai me trazer frutos de um jeito ou de outro. Fiquei muito honrado”, celebrou nos bastidores. Para ele, foi só um desafio ruim na cozinha, mas não era hora de se despedir do programa. E nada como um dia após o outro, certo? A experiência só deu uma certeza para o brasiliense: “não quero passar pela eliminação nunca mais”.

  • masterchef
  • tiago