Entretenimento

MC Zaac conta que "Bumbum Granada" nasceu após levar "fora" de ex-namorada

Hit já ultrapassa meio bilhão de visualizações no YouTube

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 22/05/2021 • 20:00
MC Zaac e Danilo Gobatto, nos estúdios da Rádio Bandeirantes
MC Zaac e Danilo Gobatto, nos estúdios da Rádio Bandeirantes
Divulgação/Rádio Bandeirantes

Quem nunca sofreu uma desilusão amorosa e torceu para a vida dar o troco no ex que atire a primeira pedra. Em entrevista ao Danilo Gobatto, apresentador do Antenados, da Rádio Bandeirantes, neste sábado, dia 22, MC Zaac contou que sua primeira composição nasceu, justamente, após levar um “fora” da namorada da adolescência.

 “Eu fui conhecer a mãe dela e, neste mesmo dia, ela terminou comigo. Rapaz, eu fiquei arrasado! Fui com uns amigos meus para o baile funk e comecei aí. Foi quando pensei: ‘Mano, vou fazer uma música, ela vai dançar, vai me chamar e serei eu quem dará o pé na bunda dela’”, contou. Ouça a entrevista completa.

Autor de hits como Bumbum Granada, com MC Jerry, e Bola Rebola, feat com Anitta e J.Balvin, MC Zaac contou que fez muito show de graça no início da carreira. “Eu trabalhava o dia todo e, à noite, ia fazer show. Usava meu salário para produzir músicas com um DJ da quebrada”, lembra. 

“Gastava dinheiro com roupa e ia me apresentar em lugar que era de graça, só porque queria mostrar o MC Zaac. Hoje, fico feliz de ser referência e, de certa forma, influenciar as pessoas para que também busquem seus sonhos. Muitas vezes, somos nossos próprios inimigos. A gente mesmo se limita, fala que não é capaz. Mas, se eu quero, vou até o fim”, completa.

MC Zaac, contudo, confessa que já caiu na própria autossabotagem. “Minha vontade era só tocar no fluxo, ali, na quebrada. Ouvir minha música no baile, nos carros. Não é que eu não achava que [o sucesso] não era possível, mas ainda não pensava nele”, relembra. “Quando [a carreira] começou a tomar outros caminhos, aí eu passei a enxergar mais e pensar: ‘pô, dá para fazer mais isso, mais aquilo e passei a almejar também.”

Foi em 2016 que a grande virada de chave na carreira de Zaac aconteceu. “Foi na época que eu e Jerry fizemos Bumbum Granada. Na época, estávamos num estúdio simples do nosso antigo empresário. Era um quarto, que tinha o microfone, duas caixinhas de som e um computador, apenas”, conta. 

Ao notar que muitos carros passavam na rua tocando o hit, Zaac percebeu o tamanho do sucesso que havia atingido. “Logo depois veio a proposta do clipe com o KondZilla, que é o sonho de qualquer MC.” 

Apesar de trabalhar com o funk, MC Zaac se define como eclético em relação à música. “Na minha [playlist] tem Frank Sinatra, Elvis Presley, Tim Maia e Jimi Hendrix. Tenho até uma tatuagem dele.”

  • radio bandeirantes
  • mc zaac
  • bumbum granada