Melhor da Tarde

Morte de jovem pode ter influenciado cancelamentos de Ludmilla e Ivete, diz mãe

Roberta Isaac Ferreira disse que a 30E, responsável pelos shows das cantoras, era a mesma do festival em que o filho dela morreu

Da Redação

Roberta Isaac Ferreira, mãe do jovem João Vinícius Ferreira Simões, de 25 anos, que morreu em março deste ano após ser eletrocutado durante um festival no Rio de Janeiro, acredita que a morte do filho pode estar relacionada com os cancelamentos das turnês de Ivete Sangalo e Ludmilla.

Ela contou ao Melhor da Tarde, desta quarta-feira (15), que a 30E, produtora responsável pelas apresentações das duas artistas, é a mesma do festival "I Wanna Be Tour", em que o filho dela morreu.

"O inquérito da delegacia já foi encerrado e 13 pessoas foram indiciadas. Sendo que 9 vão responder por dolo eventual (quando assume o risco de matar) e os outros 4 por fraude processual. Agora, temos que aguardar o Ministério Público. Inclusive, hoje eu fiquei sabendo que duas turnês foram canceladas dessa empresa: a da Ludmilla e da Ivete Sangalo por falta de segurança nos eventos, que é uma responsabilidade da produtora", disse Roberta ao ser questionada se a 30E está sendo processada por ela na Justiça.

João Vinícius era de Maricá, na Região Metropolitana do Rio, e foi ao Rio de Janeiro justamente para o festival. Durante o evento, começou a chover e o jovem tentou se abrigar ao lado de um food truck. Ele acabou sendo eletrocutado ao encostar na estrutura do food truck, que estava energizado.

Não se sabe ao certo se a morte de João Vinícius está de fato relacionada aos cancelamentos de Ivete e Ludmilla.  

Contudo, as cantoras usaram suas redes sociais, na manhã desta quarta-feira (15), para explicar que as turnês - que celebrariam os 10 e 30 anos de carreira delas, respectivamente - foram canceladas porque a 30E não iria mais conseguir entregar a grande infraestrutura que prometeu para a realização dos eventos. Segundo elas, a segurança dos shows ficariam comprometidas.

A 30E rebateu as alegações de Ivete e Ludmilla e disse que os ingressos não estavam sendo vendidos como eles esperavam. (Leia a nota abaixo na íntegra)

“A produtora lamenta, mas respeita a decisão unilateral das artistas, e esclarece que em nenhum momento avaliou o cancelamento das duas turnês.

Em relação à turnê ‘A Festa’ [de Ivete Sangalo], por questões de demanda, a empresa propôs à artista e sua equipe uma readequação da estrutura e produção, e foi surpreendida com o comunicado [de cancelamento] publicado.

Já em relação à turnê ‘Ludmilla In The House Tour’, não houve nenhuma negociação anterior à decisão exclusiva da artista e seu comunicado.

A 30e divulgará o mais breve possível os procedimentos relacionados ao reembolso para os fãs que já haviam adquirido ingresso.

Com mais de três milhões de pessoas impactadas anualmente pelos eventos que promove, realiza e produz, a 30e pode afirmar sua integral capacidade para cumprir seus compromissos com seus clientes, parceiros e patrocinadores, e informa que as demais turnês anunciadas estão confirmadas e ocorrerão normalmente”.