Melhor da Tarde

Em vídeo, Agnaldo Timóteo pede que advogado oficialize adoção da filha

Antes de morrer, cantor revela que gostaria que Keyty Evelyn fosse adotada oficialmente

Da Redação, com Melhor da Tarde 14/05/2021 • 16:36 - Atualizado em 14/05/2021 • 19:48

A família de Agnaldo Timóteo está brigando na Justiça porque o cantor resolveu deixar 50% da herança para a filha adotiva, em testamento, já que o processo de adoção não havia sido concluído. A repórter Cíntia Lima trouxe no Melhor da Tarde desta sexta-feira, 14, o vídeo em que o cantor expressa sua vontade de adotar Keyty Evelyn.

“Estamos aqui no Rio de Janeiro, estou me medicando. Tive um AVC e um princípio de infarto. Estas fotos que eu mandei para você, são fotos da minha filha que eu adoro desde março de 2008”, disse o cantor no vídeo.

“Quando a conheci na porta do meu gabinete, eu era vereador em São Paulo, ao lado da mãe. Keyty Evelyn. Eu preciso legalizar para que ela seja Keyty Evelyn Timóteo, para que ela seja. Ela já tem documento como minha filha, mas eu quero que ela seja minha filha verdadeira. Minha filha oficial”, continua.

“Eu gostaria que você providenciasse tudo isso daí. A mãe dela, Luciana de Fátima, é muito sem juízo. Está na minha casa, briga com todo mundo, vai pro meio da rua. Ela é a razão da minha vida. Então, eu gostaria que você encaminhasse. Então, prepara para mim o que for necessário”, completou o cantor.

Segundo as informações de Cíntia Lima, com o testamento, Keyty Evelyn tem direito a 50% da herança e, se for reconhecida pela Justiça como filha legítima, ela também terá direito a parte dos outros 50%, que serão divididos entre os herdeiros diretos.

  • melhor da tarde
  • agnaldo timóteo
  • adoção
  • filha
  • keyty evelyn