Melhor da Tarde

Sem emprego na TV, Garçom Alex do "Programa do Jô" trabalha em fábrica de alimentos

Chileno Luis Alexander Rubio Bernardes passou dificuldades durante a pandemia

Rafael Pessina e Cíntia Lima 23/06/2021 • 17:06 - Atualizado em 23/06/2021 • 18:54

O Melhor da Tarde conversou nesta quarta-feira, 23, com o Garçom Alex, do extinto Programa do Jô, da Rede Globo. Durante 26 anos, Luis Alexander Rubio Bernardes foi o principal assistente do apresentador Jô Soares. 

A vaga surgiu por acaso. O chileno dividia o apartamento em São Paulo com o primo, que trabalhava no programa ainda no SBT. Após a morte do familiar, a produção fez o convite para ele se tornar o substituto em 1988.

À época, ganhava cerca de cinco salários mínimos, mas não aproveitou a condição para economizar. Um arrependimento duranteo período de sucesso é não ter comprado uma casa. Após o fim do programa, em 2016, o Garçom Alex enfrentou um câncer no rim. 

Desempregado, resolveu trabalhar como guia turístico em seu país de origem: o Chile. Por lá, passou poucas e boas e ganhava bem menos que no antigo emprego da TV. Chegou a morar em um quartinho e não ter dinheiro para comprar carne para comer.

Em dezembro do ano passado, voltou ao Brasil. Hoje, trabalha na fábrica de alimentos da cunhada, em Mogi das Cruzes e investe em um canal no YouTube chamado Bar do Alex Oficial, onde ensina aos seguidores receitas de drinques. 

  • melhor da tarde