Procuradora agredida no trabalho fala com exclusividade

"No momento dos fatos eu achei que ele ia me matar", disse Gabriela Samadello Monteiro de Barros, de 39 anos.