Entretenimento

Paulo Gustavo será cremado nesta quinta em cerimônia restrita a familiares

Local da cremação não será divulgado, a fim de evitar aglomerações

Da redação

Paulo Gustavo será cremado nesta quinta em cerimônia restrita a familiares Reprodução
Reprodução

O corpo do ator e humorista Paulo Gustavo, falecido na noite desta terça-feira, 05, por complicações da Covid-19, será cremado na quinta-feira, 06, em cerimônia restrita a familiares e amigos próximos, segundo comunicado divulgado pela assessoria de imprensa do ator. 

O corpo do ator e humorista Paulo Gustavo será velado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, na capital fluminense. Segundo o governo estadual, a cerimônia será realizada no local a pedido da própria família do artista.

Abaixo, leia o comunicado na íntegra da assessoria de imprensa de Paulo Gustavo: 

Falecido na noite da última terça-feira (4), aos 42 anos, em decorrência de complicações causadas pela Covid-19, Paulo Gustavo será cremado, nesta quinta-feira, 06, em cerimônia restrita a familiares e amigos próximos. O local não será divulgado, a fim de evitar aglomerações neste período de pandemia. Mais uma vez, agradecemos a todos pelas mensagens de carinho e apoio.

Paulo Gustavo morreu na noite da última terça-feira (4), aos 42 anos, por complicações causadas pela Covid-19, depois de ser internado no dia 13 de março no Hospital Copa Star.

A Prefeitura de Niterói, cidade-natal do artista, decretou luto oficial de três dias e pediu à população que faça uma homenagem com 1 minuto de aplausos às 20h desta quarta (5), nas janelas e varandas.

A carreira de Paulo Gustavo

Nascido em 30 de outubro de 1978 em Niterói (RJ), Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros ganhou notoriedade no papel de dona Hermínia, inspirada em sua própria mãe. Ator e roteirista, foi um dos maiores humoristas do Brasil. Desde 2015, estava casado com o dermatologista Thales Bretas, com quem tinha dois filhos: Romeu e Gael, de um ano e meio.

Paulo Gustavo se formou em artes cênicas na Casa de Artes Laranjeiras e estreou no teatro em 2004 no espetáculo humorístico “Surto”, quando representou dona Hermínia pela primeira vez. O papel ganhou reconhecimento nacional na trilogia “Minha Mãe É Uma Peça” (2013). O terceiro filme, de 2019, levou 11,5 milhões aos cinemas e arrecadou R$ 138 milhões em 4 semanas.

O ator ainda participou dos programas “Minha Nada Mole Vida", "A Diarista", "Casos e Acasos" e "Sítio Do Pica-Pau Amarelo", todos na TV Globo, além do “Vai Que Cola”, no canal Multishow.

Zeca Camargo vê Paulo Gustavo como 'verdadeiro gênio' e 'inspiração'; assista:

Mais notícias

Carregar mais