Notícias

Restaurante de Pesadelo na Cozinha, Joka’s Grill fecha na quarentena e aposta no delivery de marmitas fit

Flavia Bezerra 15/03/2021 • 18:13 - Atualizado em 17/03/2021 • 10:50
Joka’s Grill fecha na quarentena e aposta no delivery de marmitas fitness
Joka’s Grill fecha na quarentena e aposta no delivery de marmitas fitness
Divulgação/Band

Família que empreende unida, permanece unida mesmo na dificuldade. Esse foi o lema da família do João, proprietário do Joka’s Grill, participante da segunda temporada de Pesadelo na Cozinha e cujo episódio será reprisado nesta terça-feira, dia 16, às 22h45 na Band. Por causa da pandemia, o restaurante localizado no Itaim Bibi, em São Paulo, encerrou as operações em setembro passado e, desde então – após liquidar todas as dívidas que chegaram com o término da operação – aposta em marmitas fitness com entrega em domicílio e atendimento exclusivo na região da Granja Viana, em SP.

“Tudo o que pude carregar, levei para o fundo da casa da minha filha, a Bruna, em Cotia (SP). Nós dois e minha esposa, a Linda, montamos uma cozinha industrial onde preparamos as marmitas para delivery”, contou João em entrevista ao Band.com. “Já tive sete funcionários, mas hoje somos só nós três.”


No começo do ano passado, antes da pandemia, o Joka’s vivia seu melhor momento. “Logo após a aparição no programa, o movimento do restaurante cresceu entre 30% e 40%. A repercussão foi muito legal. O reconhecimento chegava de todo o lugar: na rua, no supermercado, no trânsito... tive clientes que vieram de Minas, do Sul do país e do interior de São Paulo só para nos conhecer”, relembrou.

O negócio resistiu até setembro atendendo apenas delivery, mas a dificuldade na negociação do aluguel foi o grande empecilho da família. “A região em que estávamos tinha muitos escritórios e como muitos adotaram o home office, perdemos clientes e o movimento caiu em 95%. Em setembro, fiz uma nova proposta de aluguel à proprietária do ponto, mas ela não aceitou e pediu que entregasse o imóvel.”

Com o passar dos meses, João foi dispensando os funcionários. Os últimos, foram desligados em dezembro. “Eu digo que o que eu tinha para chorar, eu chorei. É duro você ver aquilo que lutou para conseguir erguer, acabar em meses. O desespero bate sempre que eu me lembro do pessoal que trabalhava comigo. Outras famílias, além da minha, sobreviviam dali”, contou João, que também celebrou estar livre das dívidas. “Indenizei meus funcionários e terminei de pagar o acordo que fiz com a proprietária do imóvel onde estava o restaurante. Estamos sem dinheiro, mas sem dívidas”.


Divulgando o novo Joka’s massivamente nos condomínios da região da Granja Viana, João, Linda e Bruna trabalham de segunda a segunda na produção, limpeza e entregas das marmitas fitness. João, aliás, usa seu próprio táxi para fazer o delivery. “Quem quiser fazer pedir, pode ver o cardápio e nossos contatos por meio do perfil do Instagram, o @jokasgrill.” Vale ressaltar que alguns pratos do cardápio original do Joka’s continuam à disposição, como o picadinho de filé mignon, proposto pelo próprio Jacquin, e a famosa feijoada da família.

Enquanto isso, João sonha em desencaixotar as mesas, cadeiras, pratos e talheres – todos guardados no fundo da casa da filha – e ter, novamente, um lugar para atender a clientela e chamar de seu. “Torcendo para as marmitas darem certo e conseguirmos recuperar capital para investir novamente. Sonho em reabrir o Joka’s lá na Bahia, em Ilhéus. Mas, agora é seja o que Deus quiser.” E estamos torcendo para ele querer, João.

  • jokas grill
  • jacquin
  • pesadelo na cozinha